Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Trump diz que novas sanções dos EUA sobre Irã miram líder supremo

O presidente norte-americano, Donald Trump, disse nesta segunda-feira que os Estados Unidos estão impondo novas sanções sobre o Irã, em meio a uma escalada nas tensões entre os dois países.
Por Steve Holland | Reuters 
WASHINGTON: Trump disse a repórteres que as sanções, que têm como alvo o líder supremo iraniano, aiatolá Ali Khamenei, são em resposta à derrubada de um drone norte-americano na semana passada.

Marinheiro embriagado dos EUA é preso após invadir residência no Japão para tomar banho

Um marinheiro americano foi preso no Japão, após invadir um apartamento para tomar banho.


Sputnik

O suboficial de 2ª classe, Nathaniel Williams, de 27 anos, é acusado de ter invadido uma casa na cidade de Ebina, localizada em Kanagawa. O marinheiro foi encontrado nu, já que havia tomado banho no apartamento de um casal, segundo a mídia local.


Imagem relacionada
Base naval norte-americana Atsugi, no Japão | Reprodução

Apesar do episódio, não há evidências de arrombamento, pois a porta estaria destrancada. Segundo oficiais da Marinha, Williams faz parte do Departamento de Manutenção de Aeronaves da Marinha dos EUA na base de Atsugi, sendo a maior base aérea da Marinha dos EUA no oceano Pacífico, informou o portal military.com.

O morador de 44 anos de idade escutou um ruído no banheiro, entretanto, pensou que fosse um familiar que estava tomando banho, porém, quando o marinheiro nu saiu do banheiro, o morador acordou sua mulher e acionou a polícia local.

Com a chegada da polícia, Williams foi preso por ter invadido a propriedade privada. Em declaração ao portal Stars and Stripes, as autoridades locais afirmaram que o marinheiro exalava álcool no momento da prisão.

Momentos após a prisão, Williams admitiu que estava embriagado e que não se lembrava de como havia entrado na residência. A Marinha dos EUA, por sua vez, afirmou que vai acompanhar e cooperar com a polícia local.

"Com certeza, a Marinha leva isso muito a sério e continuará cooperando totalmente com aplicação da lei local, bem como com o prosseguimento da investigação", afirmou Sam Samuelson, encarregado pelas relações públicas da base aérea dos EUA em Atsugi.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas