Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa do Brasil tem maior gasto com pessoal na década, e investimento militar cai

Despesas com ativos e inativos crescem R$ 7,1 bi em 2019, reflexo de aumento salarial
Por Igor Gielow e Gustavo Patu | Folha de S.Paulo

A previsão de gasto militar para o primeiro ano de governo do capitão reformado do Exército Jair Bolsonaro (PSL) traz o maior aumento de despesa com pessoal em dez anos e uma redução expressiva do investimento em programas de reequipamento das Forças Armadas.
Não fosse uma criatividade contábil dos militares, que conseguiram recursos com a capitalização de uma estatal para comprar novos navios, a despesa de investimento seria a menor desde 2009.

A Folha analisou a série histórica com a ferramenta de acompanhamento orçamentário Siga Brasil, do Senado. Para este ano, o Ministério da Defesa, ainda na gestão Michel Temer (MDB), planejou gastar R$ 104,2 bilhões, o quarto maior volume da Esplanada.

Desse montante, R$ 81,1 bilhões irão para pessoal, R$ 13,3 bilhões, para gastos correntes (custeio) e R$ 9,8 bilhões, para investimentos. Os valores não incluem o con…

Míssil guiado de alta precisão da Índia passa com sucesso por testes de tiro

O míssil antitanque indiano, denominado Nag (Cobra), pode ser lançado a partir do solo ou do ar, atingindo um alcance de 4 km e 7 km, respectivamente.


Sputnik

A Índia testou com sucesso seu míssil nacional desenvolvido para ser lançado por helicópteros. O míssil guiado antitanque foi testado na costa de Odisha, conforme informa a agência de notícias PTI. O nome HeliNa é uma fusão de HEL (helicóptero) com NA (Nag).


Imagem relacionada
Reprodução

A Organização de Desenvolvimento e Pesquisa da Defesa (DRDO) tem trabalhado no Nag desde 2009, tendo gasto aproximadamente US$ 47 milhões (R$ 174,4 milhões) para seu desenvolvimento. Os testes foram realizados com o objetivo de comprovar a capacidade de alcance do míssil.

Uma notícia citando fontes na Defesa afirma que o sistema de armas HeliNa (versão para helicóptero do Nag) foi lançado e rastreou o alvo sem qualquer problema por todo o percurso antes de atingi-lo com alta precisão. O próximo teste do míssil deve ser realizado em um curto período de tempo.

O "cobra" é guiado por sistema infravermelho operando no modo "bloqueio antes do lançamento" com um alcance entre 4 e 7 km. Com isso, o míssil antitanque indiano possui o maior alcance do mundo em mísseis desse tipo.

Os mísseis HeliNa integrarão os helicópteros militares Dhruv, que transportarão 8 mísseis em 2 lançadores quádruplos em cada lado do helicóptero, conectados a um sistema de visão térmica e telêmetro a laser.

Atualmente a Índia utiliza mísseis antitanque de fabricação americana, europeia, israelense, russa e soviética.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas