Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Trump diz que 'certamente' entraria em guerra com o Irã, mas 'não agora'

O presidente dos EUA, Donald Trump, afirmou que consideraria uma ação militar contra o Irã para impedir que a República Islâmica consiga armas nucleares. A briga entre Teerã e Washington aumentou depois que os EUA acusaram o Irã de atacar dois petroleiros.
Sputnik

"Eu certamente vou considerar as armas nucleares", disse Trump à revista Time na terça-feira, quando perguntado sobre o que poderia levá-lo a declarar guerra ao Irã. "E eu manteria o outro um ponto de interrogação".

A reportagem não especificou se o presidente elaborou o cenário de lançar um conflito armado de pleno direito com a República Islâmica sobre seu programa nuclear. Quando um repórter perguntou a Trump se ele estava considerando uma ação militar contra o Irã agora, ele respondeu: "Eu não diria isso. Eu não posso dizer isso".

Seus comentários foram feitos um dia depois de o Pentágono ter enviado 1.000 soldados extras para o Oriente Médio "para fins defensivos".

Os Estados Unidos cu…

No Iraque, paramilitares acusam Daesh por ataque a ônibus de peregrinos

As Forças Populares de Mobilização Paramilitares do Iraque acusaram o Daesh de ser responsável por um ataque a um ônibus que levava peregrinos ao sul da cidade de Balad.


Sputnik

No domingo (3), o ônibus que levava os peregrinos para um mausoléu Xiita em Balad foi atingido por uma explosão de uma bomba posta ao lado da estrada. Informações iniciais apontam que houve mortes entre os peregrinos do ônibus.


Militar das forças antiterroristas iraquianas perto de um graffiti mostrando o emblema do Daesh, Iraque (foto de arquivo)
Militar iraquiano em área antes dominada pelo Daesh © AP Photo / Hadi Mizban

"Nesta noite, militantes do Daesh realizaram um ataque a um ônibus que carregava peregrinos do Irã, próximo a Balad. Como resultado, ao menos 7 peregrinos iranianos ficaram feridos, ao lado de um iraquiano", disse a organização paramilitar através de um comunicado publicado ainda no domingo (3) no site oficial do grupo.

A 43ª brigada dos paramilitares tem atacado áreas da região de Balad em um movimento para capturar militantes da organização terrorista que fugiram do local da explosão logo após o ataque.

O grupo paramilitar iraquiano, também conhecido como Al-Hasd Al-Shaabi, tem dado apoio aos militares iraquianos em sua luta contra o Daesh.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas