Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Capacetes brancos preparam novas provocações na Síria, diz enviado russo na ONU

Membros dos Capacetes Brancos estão preparando novas provocações com substâncias tóxicas na Síria, disse o vice-embaixador russo na ONU, Vladimir Safronkov, nesta quarta-feira (24) na reunião do Conselho de Segurança da ONU.
Sputnik

Safronkov observou que os Capacetes Brancos acusariam o governo sírio pelo uso de tais substâncias.

Mais cedo nesta quarta-feira (24), o Major General Viktor Kupchishin, chefe do Centro Russo para a Reconciliação Síria, argumentou que funcionários da mídia estrangeira na província síria de Hama conduziram uma filmagem falsa da "morte" de uma família supostamente devido ao uso de armas químicas pelas tropas sírias.

Em diversas ocasiões, Moscou e Damasco apontaram que os Capacetes Brancos estavam produzindo provocações envolvendo o uso de armas químicas com o objetivo de culpar o governo da Síria e dar aos países ocidentais justificativas para a intervenção no país.
A estratégia de encenar ataques para usá-los como falsa bandeira tem sido usada repetida…

Novo grupo de deslocados sai do último reduto do EI na Síria

Um novo grupo de deslocados de várias nacionalidades saiu nesta sexta-feira do último reduto do grupo jihadista Estado Islâmico (EI), na província síria de Deir ez-Zor, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos.


EFE

Beirute - Os deslocados são pelo menos 12 homens e quatro mulheres, que segundo a ONG são "esposas de membros do EI" de várias nacionalidades, além de várias crianças.


Resultado de imagem para deir ez zor refugiados
Reprodução

O Observatório não informou se os homens são civis ou combatentes do grupo terrorista.

Este é o primeiro grupo de deslocados que sai desde a última quarta-feira deste território controlado pelos jihadistas, uma área de cerca de quatro quilômetros quadrados no leste do rio Eufrates, perto da fronteira com o Iraque.

Segundo a última apuração do Observatório, desde 1º de dezembro do ano passado até a última quarta-feira 37.101 pessoas saíram desta região.

As Forças da Síria Democrática (FSD), uma aliança de milícias lideradas por curdos, estão fazendo uma ofensiva contra o último reduto do EI desde setembro de 2018, com o apoio da coalizão internacional, liderada pelos Estados Unidos.

Durante as últimas semanas as milícias curdas avançaram em sua campanha conquistando praticamente todo o território controlado pelos jihadistas na província síria de Deir ez-Zor.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas