Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Capacetes brancos preparam novas provocações na Síria, diz enviado russo na ONU

Membros dos Capacetes Brancos estão preparando novas provocações com substâncias tóxicas na Síria, disse o vice-embaixador russo na ONU, Vladimir Safronkov, nesta quarta-feira (24) na reunião do Conselho de Segurança da ONU.
Sputnik

Safronkov observou que os Capacetes Brancos acusariam o governo sírio pelo uso de tais substâncias.

Mais cedo nesta quarta-feira (24), o Major General Viktor Kupchishin, chefe do Centro Russo para a Reconciliação Síria, argumentou que funcionários da mídia estrangeira na província síria de Hama conduziram uma filmagem falsa da "morte" de uma família supostamente devido ao uso de armas químicas pelas tropas sírias.

Em diversas ocasiões, Moscou e Damasco apontaram que os Capacetes Brancos estavam produzindo provocações envolvendo o uso de armas químicas com o objetivo de culpar o governo da Síria e dar aos países ocidentais justificativas para a intervenção no país.
A estratégia de encenar ataques para usá-los como falsa bandeira tem sido usada repetida…

Polícia Federal investiga cobrança de propina para construção de submarino da Marinha do Brasil

Polícia Federal em São Paulo cumpre na manhã desta quinta-feira (7) três mandados de busca e apreensão para investigar suspeita de cobrança de propina em contratos para a construção de um submarino da Marinha.


Sputnik

De acordo com Ministério Público de São Paulo, está sendo apurada a prática dos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e evasão de divisas.


Polícia Federal
Divulgação/PF

O MPF investiga a suspeita de que um engenheiro e um funcionário da Marinha teriam cobrado propina para a realização de contratos para a construção de um submarino no valor de R$ 6 milhões da empresa austríaca Bilfinger Maschinembau GMBA & CO.KO (MAB) no período entre 2008 e 2015.

A companhia estrangeira atua no ramo de fabricação e engenharia de componentes para tecnologia de reatores nucleares.

Segundo a investigação, a empresa firmou 15 contratos administrativos com o Centro Tecnológico da Marinha e com o Comando Naval Brasileiro Europa (BNCE) para o fornecimento de materiais de pesquisa e prestação de serviços envolvendo tecnologia nuclear.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas