Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil prevê inaugurar estação na Antártica em 2020, oito anos após incêndio

Obra é executada por uma empresa chinesa e, segundo a Marinha, se aproxima do final. Incêndio em 2012 destruiu estação, e dois militares morreram.
Por Guilherme Mazui | G1 — Brasília

Passados sete anos desde o incêndio que destruiu a Estação Antártica Comandante Ferraz, a Marinha prevê inaugurar a nova estação em março de 2020.

Executada pela empresa chinesa Ceiec, a obra se aproxima do final, segundo a Marinha, que prevê concluir as obras civis e a instalação de máquinas e mobiliário até 31 de março, iniciando um período de testes do complexo científico até março de 2020. Após os testes, a estação poderá receber militares e pesquisadores.

"A previsão de inauguração é março de 2020, quando os pesquisadores e o Grupo-Base [de militares] deverão ocupar em definitivo as instalações da nova Estação Antártica Comandante Ferraz", informou a Marinha ao G1.

Com investimento de US$ 99,6 milhões, o complexo receberá profissionais que atuam no Programa Antártico Brasileiro (Proantar), criad…

Primeira entrega de caça Rafale ao estado do Qatar

No dia 6 de fevereiro, uma cerimônia organizada por Eric Trappier, presidente e diretor executivo da Dassault Aviation, foi realizada na instalação de Merignac para a entrega do primeiro caça Rafale à Qatari Emiri Air Force, sob o patrocínio de Sua Excelência Dr. Khalid bin Mohamed Al Attiyah, vice-primeiro ministro e ministro de Estado para Assuntos de Defesa do Qatar, e Geneviève Darrieussecq, secretário de Estado francês do ministro das Forças Armadas, e na presença do comandante da Força Aérea do Qatar, general Mubarak Al Khayareen.


Poder Aéreo

MERIGNAC, França – A primeira entrega do Rafale, dentro do cronograma, vem após a assinatura em maio de 2015 do contrato para a aquisição pelo Estado do Qatar do 24 caças Rafale para equipar sua Força Aérea, e um adicional de 12, em dezembro de 2017, para um total de 36 aeronaves para voar sob as cores do Qatar.



No âmbito deste contrato, um grande grupo de pilotos do Qatar, bem como técnicos, estão sendo treinados na França, tanto pela Força Aérea Francesa quanto pela Indústria Francesa.

O altíssimo nível dos convidados presentes à cerimônia reflete a importância da parceria histórica e estratégica entre o Qatar, a França e a Dassault Aviation, e o Rafale, seguindo o Mirage F1, o Alpha Jet e o Mirage 2000, continuará a tradição e contribuirá para garantir a soberania do estado do Qatar.

“Pela quarta vez em nossa longa e confiável parceria com o Qatar, uma aeronave da Dassault Aviation servirá orgulhosamente na Qatari Emiri Air Force. Esta primeira entrega é o culminar de um relacionamento iniciado há mais de 40 anos e estou muito satisfeito e grato que mais uma vez o Estado do Qatar, renovou a sua confiança na nossa dedicação e confirmou não uma vez, mas duas vezes, a escolha do Rafale proteger suas terras e pessoas”, declarou Eric Trappier, presidente e CEO da Dassault Aviation.

Com mais de 10.000 aeronaves militares e civis entregues em mais de 90 países no último século, a Dassault Aviation acumulou expertise reconhecida mundialmente no projeto, desenvolvimento, venda e suporte de todos os tipos de aeronaves, desde o caça Rafale até a família Falcon de jatos executivos e drones militares. Em 2017, a Dassault Aviation reportou receitas de € 4,8 bilhões. A empresa possui 11.400 funcionários.

FONTE: Dassault Aviation

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas