Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Capacetes brancos preparam novas provocações na Síria, diz enviado russo na ONU

Membros dos Capacetes Brancos estão preparando novas provocações com substâncias tóxicas na Síria, disse o vice-embaixador russo na ONU, Vladimir Safronkov, nesta quarta-feira (24) na reunião do Conselho de Segurança da ONU.
Sputnik

Safronkov observou que os Capacetes Brancos acusariam o governo sírio pelo uso de tais substâncias.

Mais cedo nesta quarta-feira (24), o Major General Viktor Kupchishin, chefe do Centro Russo para a Reconciliação Síria, argumentou que funcionários da mídia estrangeira na província síria de Hama conduziram uma filmagem falsa da "morte" de uma família supostamente devido ao uso de armas químicas pelas tropas sírias.

Em diversas ocasiões, Moscou e Damasco apontaram que os Capacetes Brancos estavam produzindo provocações envolvendo o uso de armas químicas com o objetivo de culpar o governo da Síria e dar aos países ocidentais justificativas para a intervenção no país.
A estratégia de encenar ataques para usá-los como falsa bandeira tem sido usada repetida…

Quanto custam 'provocações russas'?

O secretário de Defesa do Reino Unido, Gavin Williamson, declarará que a Rússia deve "pagar pelas suas provocações", relata a Reuters.


Sputnik

A agência de notícias obteve alguns trechos do discurso do ministro que será proferido em Londres nesta segunda-feira (11).


Quanto custam 'provocações russas'?

Segundo o discurso, Williamson declarará que o Reino Unido deve fortalecer sua presença global, sublinhando que as fronteiras entre a paz e a guerra estão "embaçadas" e que a Grã-Bretanha e seus aliados devem estar prontos para "usar poder duro para manter nossos interesses globais".

O secretário mencionará os estreitos laços militares com os EUA e dirá que apoiará o pedido de Donald Trump aos países da OTAN para aumentar os gastos com a defesa com o objetivo de lidar melhor com o que ele chama de "provocação russa".

"Tais ações devem ter um preço alto para a Rússia", declarará Williamson.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas