Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Capacetes brancos preparam novas provocações na Síria, diz enviado russo na ONU

Membros dos Capacetes Brancos estão preparando novas provocações com substâncias tóxicas na Síria, disse o vice-embaixador russo na ONU, Vladimir Safronkov, nesta quarta-feira (24) na reunião do Conselho de Segurança da ONU.
Sputnik

Safronkov observou que os Capacetes Brancos acusariam o governo sírio pelo uso de tais substâncias.

Mais cedo nesta quarta-feira (24), o Major General Viktor Kupchishin, chefe do Centro Russo para a Reconciliação Síria, argumentou que funcionários da mídia estrangeira na província síria de Hama conduziram uma filmagem falsa da "morte" de uma família supostamente devido ao uso de armas químicas pelas tropas sírias.

Em diversas ocasiões, Moscou e Damasco apontaram que os Capacetes Brancos estavam produzindo provocações envolvendo o uso de armas químicas com o objetivo de culpar o governo da Síria e dar aos países ocidentais justificativas para a intervenção no país.
A estratégia de encenar ataques para usá-los como falsa bandeira tem sido usada repetida…

Queda de helicóptero militar da Etiópia deixa 3 mortos e 10 feridos

Um acidente com um helicóptero militar da Etiópia deixou 3 pessoas mortas e outras 10 pessoas feridas. A aeronave militar caiu no sábado (9) enquanto viajava entre entre duas cidades sudanesas.


Sputnik

O helicóptero militar fazia parte de uma missão de paz da Organização das Nações Unidas (ONU), segundo comunicou a Força de Segurança Interina da ONU para Abyei (UNISFA).


Resultado de imagem para UNO 379P
Reprodução

"Um helicóptero militar etíope de número de registo UNO 379P com 23 passageiros a bordo caiu hoje perto das 13:10 dentro do composto da Força de Segurança Interina da ONU para Abyei (UNISFA) matando três dos membros de sua tripulação […]. Dez passageiros ficaram feridos com três em condição crítica", disse um comunicado da UNISFA publicado em sua página oficial no Facebook no final do sábado (9).

De acordo com o comunicado, a causa do acidente ainda não foi descoberta. Uma investigação sobre o acidente foi iniciada, disse o Major General Geber Adhana Woldezgu, chefe em exercício da UNISFA.

"O helicóptero MI-8 estava em uma operação de rotina transportando tropas etíopes em rotatividade de Kadugli para Abyei quando caiu […]. A Etiópia, único país a contribuir com tropas na UNISFA, está atualmente movimentando seus soldados de Kadugli para locais diferentes na área de Abyei", disse o comunicado.

A missão da ONU teve início na região em 2011 após confrontos violentos recomeçaram em Abyei, quando o Sudão do Sul estava prestes a oficialmente proclamar sua independência do Sudão. Cerca de 4.500 militares suportam os esforços de paz da UNISFA. Rica em recursos naturais, a área segue sendo disputada entre Sudão e Sudão do Sul.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas