Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Análise: Brasil poderia se tornar 'vigilante' dos EUA na América Latina

O presidente norte-americano, Donald Trump, referiu a possibilidade de entrada do Brasil na OTAN. O analista russo Pavel Feldman avaliou a possibilidade de entrada do Brasil na aliança, bem como que papel poderia desempenhar o Brasil no conflito na Venezuela.
Sputnik

Durante a visita oficial do presidente do Brasil Jair Bolsonaro aos EUA, foram discutidos os assuntos internacionais mais importantes, entre eles a cooperação bilateral entre os EUA e o Brasil e a situação na Venezuela.


Uma das declarações mais sensacionais foi a possibilidade de entrada do Brasil na OTAN, referida pelo presidente dos EUA Donald Trump.

O vice-diretor do Instituto de Estudos Estratégicos e Prognósticos da Universidade Russa da Amizade dos Povos, Pavel Feldman, revelou em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik que os EUA são apenas um dos países da OTAN, há outros países cuja opinião deveria ser levada em conta nesse assunto.

Segundo ele, se o Brasil aderir à OTAN ele vai desempenhar o papel de vigilante d…

Redução de custo poderia sair cara ao projeto do destróier Zumwalt dos EUA

Os motivos que levaram os construtores navais norte-americanos a instalar armas Bushmaster de 30 milímetros em seus destróieres da classe Zumwalt foram descobertos.


Sputnik

As armas, que podem ser vistas na foto abaixo, possivelmente substituirão os MK110 de 57 milímetros, que, anteriormente, foram montados em cúpulas sobre o hangar do navio, segundo o portal The Drive.


Sistema de armas de 30 mm, Mk-46
Sistema de armas de 30 mm, Mk-46 © FOTO: MC2 CYRUS ROSON/U.S. NAVY
A escolha de um sistema de menor capacidade é vista como uma tentativa de economizar. Além disso, o portal afirma que, apesar de as armas serem mais baratas, os Bushmaster são totalmente diferentes.

Isso porque as armas de 57 milímetros são capazes de disparar 220 projéteis por minuto, apresentando um alcance de mais de 14 quilômetros, enquanto que os Bushmaster disparam apenas 200 projéteis por minuto, possuindo um alcance aproximado de três quilômetros, aponta a agência de notícias USNI News.


Sistema de armas de 30 mm, Mk-46
Sistema de armas de 30 mm, Mk-46 © FOTO: MC2 CYRUS ROSON/U.S. NAVY

Além disso, as armas de 57 milímetros possuem um poder de destruição maior, disponibilizando munições inteligentes, características que as armas de 30 milímetros não possuem.

"A classe Zumwalt, como conhecemos atualmente, é apenas uma sombra do projeto que foi criado originalmente", destaca o portal The Drive, enfatizando que "as capacidades e o design pouco visível permaneceram reduzidos como parte da iniciativa aplicada para economizar dinheiro".

"Existe uma possibilidade real de que os AGS sejam totalmente removidos do navio sem disparar uma única vez", afirma o portal The Drive.

As consequências da produção de apenas três navios da classe Zumwalt e a redução de custo foram tão longes que fizeram com que os AGS de 55 milímetros instalados a bordo ficassem totalmente obsoletos, principalmente pelo fato de a munição custar muito cara quando adquiridas em pouca quantidade.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas