Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares juntam-se à polícia em protesto dos "coletes amarelos". Há 31 detidos

Os militares da operação antiterrorista "Sentinela" foram mobilizados para proteger as principais instituições francesas. Ao final da manhã, os coletes amarelos eram ainda em pequeno número na capital e quase invisíveis entre a população.
Diário de Notícias

As forças armadas francesas juntaram-se à polícia, este sábado, em Paris, para enfrentar o 19º fim de semana consecutivo de protestos dos coletes amarelos contra o governo do presidente Emmanuel Macron. Ao final da manhã, com os locais habituais de manifestação interditos e o reforço militar junto às principais instituições francesas, os "coletes amarelos" passavam quase despercebidos entre turistas e parisienses.

Segundo a Reuters, o governo francês decidiu mobilizar os militares da operação antiterrorista "Sentinela", depois de ter proibido os manifestantes de se reunirem nos Campos Elísios, onde no último fim de semana dezenas de lojas foram destruídas e algumas completamente pilhadas.

Além da presença …

Segredos militares de Taiwan vêm à tona graças ao Google Maps

Os mapas 3D do Google de quatro cidades da ilha de Taiwan revelaram sem querer a localização de lançadores de antimísseis, incluindo uma base de mísseis Patriot que até agora era secreta. Na sequência, as autoridades da ilha solicitaram para o Google desfocar as imagens comprometedoras.


Sputnik

Em 2012, o serviço Google Maps anunciou sua intenção de elaborar um mapa "estereofotogramétrico", bem detalhado e em três dimensões, das principais cidades do mundo. Em 13 de fevereiro de 2019, os mapas atualizados das cidades taiwanesas de Taipé, Nova Taipé, Taoyuan e Taichung foram disponibilizados ao público. Entretanto, as autoridades de Taipé perceberam rapidamente que as fotos do serviço revelavam demais.


Reprodução

Os mapas revelam várias bases de mísseis e instalações de defesa desconhecidas até agora. As imagens são tão detalhadas que é possível saber que tipo de mísseis e que veículos estão posicionados na área, incluindo a base de mísseis Patriot de Ankeng, até agora secreta, bem como uma instalação defensiva no Escritório de Segurança e no Escritório de Inteligência da ilha, de acordo com o South China Morning Post.

O Ministério da Defesa de Taiwan pediu para o Google disfarçar os mapas dos locais, segundo o ministro da Defesa, Yen Teh-Fa.


Reprodução

O ministro tentou tranquilizar o público taiwanês, apontando que "a localização da infraestrutura defensiva em tempos de paz não indica a localização dos mesmos em tempos de guerra", conforme a Agência Central de Notícias de Taiwan.

Na ilha, a lei proíbe revelar onde certas estruturas militares estão localizadas.


Reprodução

Não é a primeira vez que os segredos da ilha vêm à luz sem querer. Taipé já havia pedido à Apple em 2012 para borrar vários mapas que revelavam vários locais comprometedores, como um radar norte-americano de última geração perto da cidade de Hsinchu, capaz de detectar lançamentos de mísseis até mesmo da província chinesa de Sinkiang, no extremo mais longínquo da China.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas