Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Irã ameaça romper limite de reservas de urânio; entenda o que país pode fazer se sair de acordo nuclear

Sem regulação, país pode adotar equipamentos mais modernos e rápidos e ampliar volume de enriquecimento de material que pode ser usado em armas nucleares. Acordo foi firmado em 2015 entre Irã e mais seis países, mas Trump retirou EUA em maio de 2018.
Associated Press

O Irã anunciou que irá exceder o limite de reservas de urânio determinado pelo acordo nuclear de 2015, ampliando as tensões no Oriente Médio.

O prazo de 27 de junho dado por Teerã vem antes de outra data limite, 7 de julho, para que a Europa apresente melhores termos para que o país permaneça no acordo. Se essa segunda data passar sem nenhuma ação, o presidente iraniano Hassan Rouhani diz que a república islâmica irá provavelmente retomar o alto enriquecimento de urânio.

Veja a seguir em que situação está o programa nuclear do Irã atualmente:

O acordo nuclear

O Irã fechou um acordo nuclear em 2015 com Estados Unidos, França, Alemanha, Reino Unido, Rússia e China. O acordo, formalmente conhecido como Plano de Ação Conjunto Abran…

Casa Branca: mais de 1.000 terroristas de mais de 40 países foram capturados pelas FDS

As Forças Democráticas da Síria (FDS), apoiadas pelos EUA, capturaram mais de mil combatentes terroristas do Daesh de mais de 40 países. A informação foi divulgada pela Casa Branca.


Sputnik

"Mais de mil combatentes estrangeiros de mais de 40 países foram levados como prisioneiros pelas Forças Democráticas da Síria", diz o comunicado.

Força Democráticas da Síria (FDS) na norte da cidade de Raqqa, Síria, Novembro 6, 2016
Curdos das Forças Democráticas da Síria © REUTERS / Rodi Said

O documento preparado pela Casa Branca na ocasião da vitória sobre o chamado "califado" do Daesh (organização terrorista proibida na Rússia e em uma série de países) também diz que desde 2017 as forças da coalizão eliminaram 60 dos alvos mais importantes, 200 funcionários administrativos da organização terrorista e dezenas de milhares de combatentes.

O presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou em 23 de março a liberação de 100% dos territórios da Síria e do Iraque dos terroristas do Daesh.

Em fevereiro, em um de seus tweets, Trump ameaçou libertar os terroristas capturados na Síria, se os aliados europeus dos Estados Unidos não os recuperassem e processassem.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas