Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Trump diz que novas sanções dos EUA sobre Irã miram líder supremo

O presidente norte-americano, Donald Trump, disse nesta segunda-feira que os Estados Unidos estão impondo novas sanções sobre o Irã, em meio a uma escalada nas tensões entre os dois países.
Por Steve Holland | Reuters 
WASHINGTON: Trump disse a repórteres que as sanções, que têm como alvo o líder supremo iraniano, aiatolá Ali Khamenei, são em resposta à derrubada de um drone norte-americano na semana passada.

Desenvolvedores revelam como funciona sistema russo que 'cega' adversários

Os desenvolvedores revelaram ao canal de televisão russo Zvezda as características da estação de interferências óticas 5P-42 Filin, criada para "cegar" o inimigo e proteger os navios da Marinha russa.


Sputnik

De acordo com Vladimir Zharov, diretor de qualidade da fábrica Integral (unidade da holding Roselektronika, pertencente à corporação estatal russa Rostec), este armamento é capaz de "cegar" o inimigo a uma distância de 2 km, impedindo-o de atacar os navios. O sistema pode igualmente transmitir sinais luminosos.


Estação de interferências óticas Filin
Estação de interferências óticas Filin © Foto: Roselectronics

"O sistema Filin não tem análogos. Praticamente todos os análogos estrangeiros usam emissores baseados em laser, que na verdade "queimam" os olhos. Nossa estação não provoca a perda de visão, mas reduz a eficácia dos disparos de 3 a 5 vezes", disse Zharov.

Os desenvolvedores conseguiram, em conjunto com cientistas, determinar o nível da potência da emissão, que por um lado não provoca consequências fatais para a visão das pessoas, mas por outro, reduz a sua capacidade ótica.

Durante os testes, os voluntários sujeitos à influência do sistema Filin relataram a impossibilidade de fazer disparos, mal-estar, náuseas e desorientação no espaço.

Em fevereiro, a Roselektronika informou sobre o início das entregas deste equipamento para a Marinha da Rússia. Dois complexos já foram instalados nas fragatas Admiral Kasatonov e Admiral Gorshkov.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas