Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Os mísseis russos que se tornaram alvo de disputa entre EUA e Turquia

A Turquia, dona do segundo maior Exército entre os 29 países que compõem a Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte), está prestes a adquirir mísseis antiaéreos S-400.
BBC News Brasil

Os S-400 são os mísseis "terra-ar" mais avançados do mundo e se tornaram motivo de uma disputa entre Turquia e Estados Unidos que pode ameaçar a aliança militar das potências ocidentais.

Isso porque os S-400 são fabricados na Rússia, o principal rival da organização fundada em 1949 justamente para se opor à então União Soviética.

A insistência da Turquia em adquirir os mísseis russos irritou os Estados Unidos, que encaram a decisão como uma potencial ameaça para seus aviões de combate F-35, também em vias de serem comprados pelos turcos.
Troca de farpas

"Não ficaremos de braços cruzados enquanto os aliados da Otan compram armas dos nossos adversários", advertiu o vice-presidente dos EUA, Mike Pence, durante um encontro organizado há poucos dias em Washington para celebrar o aniversár…

Ernesto Araújo diz que se militares russos estão na Venezuela para manter Maduro no poder, deveriam deixar o país

'Qualquer coisa que contribua para a continuação do sofrimento do povo venezuelano deve ser removida', disse o chanceler brasileiro. Aviões com agentes que a Rússia diz serem 'especialistas' chegaram no sábado a Caracas.


Reuters

Os militares russos enviados à Venezuela deveriam deixar o país se o seu propósito for o de manter o governo de Nicolás Maduro no poder, disse o ministro das Relações Exteriores do Brasil, Ernesto Araújo, nesta quinta-feira (28).

O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, durante reunião em comissão na Câmara — Foto: Vinicius Loures/Câmara dos Deputados
O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, durante reunião em comissão na Câmara — Foto: Vinicius Loures/Câmara dos Deputados

Em entrevista à Reuters, Araújo disse que espera que a Rússia reconheça que apoiar o presidente Maduro apenas aprofundará o colapso da economia e sociedade venezuelanas, e que o único modo de sair da crise é realizar eleições sob um governo interino liderado pelo líder da oposição Juan Guaidó.

"Se a ideia deles é manter Maduro no poder por mais tempo, isso significa mais pessoas passando fome e fugindo do país, mais tragédia humana na Venezuela", disse o ministro.

"Qualquer coisa que contribua para a continuação do sofrimento do povo venezuelano deve ser removida", afirmou, em entrevista por telefone.

Na quarta-feira (27), o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, pediu que a Rússia retire seus militares da Venezuela e disse que "todas as opções" estão em aberto para que isso ocorra.

O presidente Jair Bolsonaro, que se uniu a uma frente liderada pelos EUA para levar ajuda humanitária até a Venezuela, já disse que as Forças Armadas brasileiras não têm intenção de intervir militarmente no país vizinho.

A chegada, no sábado, de dois aviões da Força Aérea russa a Caracas transportando, acredita-se, cerca de 100 membros das forças especiais russas e equipes de cibersegurança, escalaram a crise política na Venezuela. A Rússia disse nesta quinta que se tratam de "especialistas" enviados à Venezuela sob um acordo de cooperação militar e que ficariam lá.

Araújo disse que o Brasil gostaria de discutir a crise venezuelana bilateralmente com a Rússia e a China, suas parceiras no Brics, para convencê-las de que uma transição diplomática no país produtor de petróleo pode ser também de seu interesse.

Impressora Multifuncional HP Deskjet Ink Advantage - 2676 Jato de Tinta Wi-Fi Colorida USB

Impressora Multifuncional HP Deskjet Ink Advantage - 2676 Jato de Tinta Wi-Fi Colorida USB

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas