Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Irã ameaça romper limite de reservas de urânio; entenda o que país pode fazer se sair de acordo nuclear

Sem regulação, país pode adotar equipamentos mais modernos e rápidos e ampliar volume de enriquecimento de material que pode ser usado em armas nucleares. Acordo foi firmado em 2015 entre Irã e mais seis países, mas Trump retirou EUA em maio de 2018.
Associated Press

O Irã anunciou que irá exceder o limite de reservas de urânio determinado pelo acordo nuclear de 2015, ampliando as tensões no Oriente Médio.

O prazo de 27 de junho dado por Teerã vem antes de outra data limite, 7 de julho, para que a Europa apresente melhores termos para que o país permaneça no acordo. Se essa segunda data passar sem nenhuma ação, o presidente iraniano Hassan Rouhani diz que a república islâmica irá provavelmente retomar o alto enriquecimento de urânio.

Veja a seguir em que situação está o programa nuclear do Irã atualmente:

O acordo nuclear

O Irã fechou um acordo nuclear em 2015 com Estados Unidos, França, Alemanha, Reino Unido, Rússia e China. O acordo, formalmente conhecido como Plano de Ação Conjunto Abran…

EUA colhem os frutos dos êxitos dos exércitos russo e sírio, diz parlamentar da Síria

Os EUA estão colhendo os frutos dos êxitos da Síria e da Rússia na luta contra o grupo terrorista Daesh (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países), suas declarações sobre a vitória sobre os terroristas são meramente políticas, afirmou à Sputnik a deputada do parlamento sírio Ashwaq Abbas.


Sputnik

Na sexta-feira (22), a porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders, declarou que a Síria está 100% "limpa de terroristas do Daesh". No sábado (23), as Forças Democráticas da Síria (FDS) anunciaram a vitória sobre o Daesh, embora tenham acrescentado que a luta contra os restos do grupo terrorista ainda continua.

Soldado norte-americano em Manbij, norte da Síria, 4 de abril de 2018
Tropa dos EUA na Síria © AP Photo / Hussein Malla

"Se quisermos contar quantas vezes os EUA declararam a sua vitória sobre o Daesh, acho que é mais de dez vezes. Acho que é uma declaração meramente política, que não tem nada a ver com a realidade, já que seu objetivo é perturbar a opinião pública", afirmou Abbas.

"Os EUA querem colher os frutos dos êxitos de outros países. Contra o Daesh estavam lutando o Exército sírio e a Força Aeroespacial da Rússia, e não os norte-americanos", afirmou a deputada.

Ela recordou a aproximação das eleições presidenciais dos EUA e supõe que o presidente dos EUA precisa de momentos “positivos” para a sua reeleição.

Ar-condicionado Portátil Olimpia Splendid - 12.000 BTUs Frio Piu 12 Silent com Controle Remoto

Ar-condicionado Portátil Olimpia Splendid - 12.000 BTUs Frio Piu 12 Silent com Controle Remoto 110V

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas