Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

Exército Brasileiro realiza treinamento de sobrevivência na floresta amazônica

Novos integrantes da 1ª Brigada da Infantaria do Exército Brasileiro realizaram treinamento de sobrevivência na floresta amazônica entre entre 18 e 22 de fevereiro.


Sputnik

No total, 131 oficiais, subtenentes e sargentos recém-transferidos para a guarnição de Boa Vista participaram de atividades para atuar na selva, como obtenção de alimentos de origem animal e vegetal, ofidismo, orientação em ambiente de selva, transposição de cursos d’água, construção de abrigos improvisados e montagem de armadilhas.


Resultado de imagem para 1ª Brigada da Infantaria do Exército Brasileiro
Reprodução

O objetivo dos exercícios do 1º turno do Estágio de Adaptação à Vida na Selva (EAVS) 2019 é preparar a Brigada de Infantaria para o combate e a sobrevivência na floresta.

Além disso, as atividades da 1ª Brigada da Infantaria do Exército Brasileiro na selva amazônica tiveram como objetivo transmitir conhecimentos técnico-profissionais aos futuros instrutores e monitores das organizações militares, desenvolver a liderança dos comandantes de pequenas frações, por intermédio de instruções que auxiliarão no exercício de comando de pelotões e grupos.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas