Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Prestes a 'ganhar' território do tamanho da Arábia Saudita, Brasil carece de recursos para defesa

A ONU deve ratificar no próximo mês, o pleito brasileiro em estender sua faixa de águas jurisdicionais em pelo menos 2,1 milhões de km², uma área equivalente à extensão da Arábia Saudita. Para especialista ouvido pela Sputnik Brasil, movimento precisa vir acompanhado de modernização da Marinha.
Sputnik

Como a Sputnik Brasil mostrou em maio, a demanda já dura há pelo menos 30 anos e tem relação com medições técnicas sobre o ponto onde termina o Brasil continental e até onde é lícito explorar as águas do entorno. O mar territorial brasileiro têm atualmente cerca de 12 milhas náuticas (22 quilômetros) na faixa de água e uma zona econômica exclusiva de 200 milhas náuticas (370 quilômetros). Na parte de solo e sub-solo, área na qual o Brasil pleiteia a extensão, há um limite de mais 200 milhas regulamentadas.

Responsável pela proteção da área oceânica, a Marinha brasileira vem desenvolvendo pesquisas na região desde 2004. Os militares já identificaram potencial possibilidade de exploração de …

Forte inundação atinge base americana com 'aviões do Juízo Final'

No estado norte-americano de Nebraska, as inundações atingiram a base aérea militar de Offatt, onde se encontram aeronaves Boeing E-4B Nightwatch, também chamadas de "aviões do Juízo Final".


Sputnik

A informação foi divulgada pelo comandante da 55ª Ala da Força Aérea dos EUA, Coronel Michael Manion.


Reprodução

Destaca-se que a inundação da base ocorreu devido a um aumento drástico do nível da água nos rios Missouri e Platt.

"A água permanece no mesmo nível há 12 horas. Não esperamos que a água suba, mas estamos prontos", disse o coronel em um comentário em sua página no Facebook.


Reprodução

Ao mesmo tempo, ele acrescentou que 20 edifícios foram evacuados por causa das inundações.

A base aérea de Offatt é uma das mais importantes do Exército americano, visto que possui aeronaves Boeing E-4B Nightwatch, que também são chamadas de "aviões do Juízo Final". Elas são destinados ao governo e ao comando militar no caso de uma guerra nuclear, na qual as estruturas terrestres sejam destruídas.

A base também abriga o mais novo bunker subterrâneo, a partir do qual as armas nucleares dos EUA são controladas.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas