Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Trump não precisa de autorização do Congresso para declarar guerra ao Irã, diz analista

Donald Trump pode não precisar do aval do Congresso para declarar guerra contra o Irã, algo que seus conselheiros "vêm construindo discretamente" um caso em meio a sanções crescentes, informa Jonathan Allen, da NBC News.
Sputnik

O articulista afirma que os principais elementos do plano incluem ligar a al-Qaeda ao Irã para retratar a República Islâmica como uma ameaça terrorista aos EUA, "o que é exatamente o que as autoridades do governo vêm fazendo nas últimas semanas".

"Isso poderia dar a Trump a justificativa que ele precisa para combater o Irã sob a resolução de uso de força de 2001, sem aprovação do Congresso", Allen argumenta, acrescentando que o Congresso dificilmente concederá ao presidente americano "nova autoridade para atacar o Irã nas circunstâncias atuais ”.

Os comentários do autor vêm depois que o New York Times citou vários altos funcionários norte-americanos não identificados dizendo que “[o presidente Donald] Trump foi firme em dizer que…

Militares americanos consideram S-400 russos na Turquia uma 'ameaça' aos caças F-35

Os EUA temem que a Turquia possa "destruir por dentro" as perspectivas do caça multifuncional de quinta geração F-35, considerado o mais caro de todos os tempos, refere o site de notícias Business Insider.


Sputnik

A Força Aérea turca já dispõe de dois aviões deste tipo, além de planejar obter os sistemas russos de defesa antiaérea S-400 Triumph, cujo contrato de entrega foi assinado em 2017, informa a edição.


Sistemas de defesa antiaérea russos S-400 Triumph
S-400 Triumph © Sputnik / Mikhail Mokrushin

"O meu melhor conselho militar seria que não prosseguíssemos com os F-35, voando ou trabalhando com um aliado que trabalha com sistemas russos, particularmente sistemas de defesa antiaérea, com aquilo que eu diria ser provavelmente uma das capacidades tecnológicas mais avançadas", disse à Business Insider o general Curtis Scaparrotti, chefe do Comando Europeu dos EUA (USEUCOM).

Outro general sênior dos EUA, o comandante da Força Aérea dos EUA na Europa e África, Todd Walters, observou anteriormente que as capacidades do sistema S-400 permitem aos seus proprietários compreender e avaliar melhor o potencial do caça F-35, o que não seria bom para a OTAN.

Além disso, também está previsto que o lado russo ensine os militares turcos a trabalhar com os S-400 e terá assim a oportunidade de explorar as capacidades dos F-35.

De acordo com o tenente-general aposentado da Força Aérea dos EUA, David Deptula, a integração dos S-400 no sistema de defesa aérea de um país da aliança levará à transferência da vantagem tecnológica do caça americano para os sistemas russos de defesa antiaérea.

Anteriormente, o ministro da Defesa da Turquia, Hulusi Akar, afirmou que os sistemas S-400 serão instalados em outubro de 2019, sendo o contrato de fornecimento de quatro divisões desses sistemas estimado em US$ 2,5 bilhões (R$ 9,5 bilhões).

Os EUA exigem que os parceiros turcos abandonem os sistemas russos a favor dos sistemas americanos de defesa antiaérea Patriot.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas