Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Os mísseis russos que se tornaram alvo de disputa entre EUA e Turquia

A Turquia, dona do segundo maior Exército entre os 29 países que compõem a Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte), está prestes a adquirir mísseis antiaéreos S-400.
BBC News Brasil

Os S-400 são os mísseis "terra-ar" mais avançados do mundo e se tornaram motivo de uma disputa entre Turquia e Estados Unidos que pode ameaçar a aliança militar das potências ocidentais.

Isso porque os S-400 são fabricados na Rússia, o principal rival da organização fundada em 1949 justamente para se opor à então União Soviética.

A insistência da Turquia em adquirir os mísseis russos irritou os Estados Unidos, que encaram a decisão como uma potencial ameaça para seus aviões de combate F-35, também em vias de serem comprados pelos turcos.
Troca de farpas

"Não ficaremos de braços cruzados enquanto os aliados da Otan compram armas dos nossos adversários", advertiu o vice-presidente dos EUA, Mike Pence, durante um encontro organizado há poucos dias em Washington para celebrar o aniversár…

Netanyahu: Israel conduziu o maior ataque a alvos do Hamas em Gaza desde 2014

As forças israelenses deram um duro golpe aos alvos do Hamas na Faixa de Gaza, com a escala da operação equivalendo aos massivos ataques em 2014, disse o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, acrescentando que Israel "está pronto para mais adiante" nas ações contra o grupo que considera terrorista.


Sputnik

A mais recente escalada das tensões na fronteira entre Israel e Gaza começou na segunda-feira, após o lançamento de um míssil de Gaza em direção ao centro de Israel, onde uma casa foi destruída. Sete pessoas, incluindo três crianças, ficaram feridas no incidente.

Policial do Hamas perto dos escombros de um prédio após o ataque israelense contra a cidade de Gaza
© AFP 2019 / Mahmud Hams

"Nós respondemos com grande força. Nas últimas 24 horas, destruímos as principais instalações terroristas do Hamas, em uma escala nunca vista desde o fim da operação militar em Gaza há quatro anos… Estamos preparados para fazer muito mais". Netanyahu disse em um discurso em vídeo à Conferência de Política do Comitê de Assuntos Públicos da Israel Americana (AIPAC) em Washington.

Netanyahu teve que desistir de comparecer ao evento do AIPAC e interromper sua visita a Washington à luz da atual escalada militar na fronteira com a Faixa de Gaza. Ele retornou a Israel para liderar pessoalmente as operações contra os grupos armados palestinos na região.

Fogão 6 Bocas Esmaltec - Bali

Fogão 6 Bocas Esmaltec - Bali Branco

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas