Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Irã desloca sistema russo de defesa S-300 para a costa do golfo Pérsico (VÍDEO)

Uma coluna de caminhões iranianos transportando vários sistemas anti-aéreos russos S-300 Favorit para a costa do golfo Pérsico foi capturada em vídeo por um motorista e postada no YouTube.
Sputnik

O vídeo mostra como caminhões transportam partes dos sistemas antiaéreos e coincide com a escalada de tensão entre os Estados Unidos e o Irã com o envio de um grupo de combate naval dos EUA para a costa iranianas, relata Alarabiya.


Segundo o jornal russo Rossiyiskaya Gazeta, o envio dessas unidades do S-300 para a costa persa responde à crescente presença militar e naval dos Estados Unidos. O artigo também explica que as unidades não viajam sozinhas por via terrestre e fazem isso em caminhões para preservar sua vida útil e garantir a segurança durante a viagem.

Em 13 de maio, o comandante das Forças Aeroespaciais da Guarda Revolucionária Islâmica, Amir Ali Hajizadé, assegurou que o país persa estava pronto para atacar os Estados Unidos devido à presença do referido grupo naval na região.

Hajizadé…

Trump prolonga sanções contra a Venezuela

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, decidiu hoje estender sanções impostas à Venezuela há quatro anos, segundo anunciou a Casa Branca.


Sputnik

Tais medidas, que afetam autoridades venezuelanas acusadas de violação de direitos humanos e corrupção, estão presentes em uma ordem executiva emitida pelo ex-chefe de Estado norte-americano Barack Obama em 8 de março de 2015. Com a decisão desta terça-feira, o atual governo prolonga por mais um ano essas sanções. 


Resultado de imagem para trump
Donald Trump | Reprodução

No entendimento do atual líder dos EUA, a situação na Venezuela segue representando uma ameaça "incomum e extraordinária" à segurança nacional e à política externa dos Estados Unidos.

"Por esta razão, eu determinei que é necessário continuar a emergência nacional declarada na Ordem Executiva 13692 com respeito à situação na Venezuela", diz o documento divulgado nesta tarde pelo governo americano.

As já tensas relações entre Washington e Caracas chegaram a um novo patamar há pouco mais de um mês, quando o deputado da oposição Juan Guaidó se autodeclarou novo presidente interino da República Bolivariana, sendo imediatamente reconhecido pelos Estados Unidos, que já questionavam a legitimidade do presidente venezuelano de fato, Nicolás Maduro. Além dos EUA, outras dezenas de países também resolveram apoiar Guaidó, que, até o momento, segue sem exercer o poder.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas