Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares revelam como suas vidas foram destruídas pelo Exército dos EUA

O Twitter oficial do Exército dos EUA realizou uma pesquisa para averiguar como o serviço impactou a vida de seus militares.
Sputnik

Atualmente, mais de 9.000 pessoas já compartilharam suas opiniões. Apesar de constatarem que o serviço no Exército fortalece fisicamente e emocionalmente as pessoas, dando algum sentido às suas vidas e abrindo perspectivas profissionais, há muitos outros comentários com declarações céticas e críticas sobre a influência do Exército dos EUA no mundo, no país e na sua vida pessoal.

Várias pessoas compartilharam histórias de seus familiares que cometeram suicídio, sofreram de transtorno por estresse pós-traumático, passaram por mudanças radicais de caráter e comportamento ou deixaram de ser saudáveis depois de participarem em ações militares dos EUA.

Além disso, há aqueles cujos familiares ou eles próprios foram abusados durante o serviço.

Outros usuários recordaram que os horrores da guerra deixam cicatrizes na mente.

Diversos outros usuários da rede social compa…

Vice-ministro russo chega ao Brasil para falar de Venezuela e BRICS

O vice-ministro de Relações Exteriores da Rússia, Sergei Ryabkov, deve desembarcar no Brasil para uma visita nesta segunda-feira a fim de manter conversações com seu colega brasileiro e depois participar de uma reunião das economias emergentes do BRICS.


Sputnik

Segundo uma fonte diplomática da Sputnik, a crise na vizinha Venezuela pode se tornar um dos tópicos das conversas de Rybkov com o vice-ministro de Relações Exteriores do Brasil — país que, diferentemente da Rússia, reconheceu Juan Guaidó, o autoproclamado presidente da Venezuela.


Sergei Ryabkov
Sergei Ryabkov © Sputnik / Valery Melnikov

Na semana passada, o chanceler brasileiro Ernesto Araújo declarou que gostaria de "convencer" a Rússia e a China a reconhecerem Guaidó, deixando de apoiar o governo do presidente venezuelano Nicolás Maduro.

Espera-se que as conversas de segunda-feira em Brasília sejam seguidas por uma reunião de autoridades dos países do BRICS — Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul — na cidade de Curitiba, nos dias 14 e 15 de março.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas