Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

Aeronave de reconhecimento americana patrulha costa da Crimeia

Um avião de patrulha antissubmarino Boeing P-8A Poseidon, da Marinha dos EUA, realizou na noite de sexta-feira (5) uma missão de reconhecimento junto à região da Crimeia, informou o portal de monitoramento PlaneRadar.


Sputnik

A aeronave com o número de cauda 168852 faz parte do 26º esquadrão de patrulha da Marinha dos EUA, com base na Flórida.

Aeronave da Marinha dos EUA, P-8A Poseidon, produzida pela Boeing
Boeing P-8 Poseidon © AFP 2019 / CARL COURT / AFP

Anteriormente, um drone estratégico americano RQ-4B-40 Global Hawk também realizou um voo de reconhecimento ao longo da costa russa do mar Negro, seguindo uma rota semelhante.

A presença de aviões e de aeronaves não tripuladas de inteligência estrangeiros perto das fronteiras da Rússia tem aumentado bastante nos últimos anos. Assim, aeronaves estrangeiras são vistas com regularidade perto da península da Crimeia, na região de Krasnodar e também no mar Báltico.

Durante o ano passado, unidades das Tropas Radiotécnicas das Forças Aeroespaciais russas detectaram e acompanharam mais de 980 mil aparelhos voadores, 3 mil deles eram aviões militares estrangeiros, mais de mil dos quais eram de reconhecimento. As forças de prevenção foram colocadas em prontidão máxima de combate por mais de 4 mil vezes.

A entidade responsável pela Defesa russa já havia apelado a Washington que abandonasse essas operações de reconhecimento, mas o Pentágono recusou.

Smart TV LED 43” Philco PTV43E60SN Full HD - Conversor Digital Wi-Fi 3 HDMI 2 USB

Smart TV LED 43” Philco PTV43E60SN Full HD - Conversor Digital Wi-Fi 3 HDMI 2 USB

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas