Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Fuzileiros Navais do Brasil e dos EUA ratificam acordo de cooperação

Diálogo conversou com o Contra-Almirante (FN) da Marinha do Brasil (MB) Nélio de Almeida para conhecer detalhes dessa parceria
Por Marcos Ommati | Diálogo Américas | Poder Naval

Criar mais oportunidades de intercâmbio de conhecimento e treinamento combinado entre os Fuzileiros Navais do Brasil e dos Estados Unidos. Este é o objetivo principal de um plano de cinco anos ratificado em fevereiro de 2019 entre os representantes de ambas as forças, o Contra-Almirante (FN) da Marinha do Brasil Nélio de Almeida, comandante do Desenvolvimento Doutrinário do Corpo de Fuzileiros Navais (CFN) do Brasil e presidente nacional da Associação de Veteranos desta força, e o Contra-Almirante Michael F. Fahey III, comandante do Corpo de Fuzileiros Navais Sul dos EUA (MARFORSOUTH, em inglês). O C Alte Nélio recebeu Diálogo em seu escritório na Ilha do Governador, Rio de Janeiro, para dar detalhes do acordo e conversar sobre outros temas de interesse das marinhas do Brasil e de outros países da região e dos E…

Boeing vai modernizar bombardeiros B-1 e B-52 por US$ 14,3 bilhões

A Boeing garantiu um contrato de US$ 14,3 bilhões para o trabalho de atualização dos bombardeiros B-1 e B-52 da Força Aérea dos EUA


Poder Aéreo

“Este contrato de Aquisição e Sustentação Flexível B-1/B-52 prevê os próximos esforços de modernização e sustentação para aumentar a letalidade, melhorar a capacidade de sobrevivência, melhorar a capacidade de suporte e aumentar a capacidade de resposta”, afirma o Departamento de Defesa dos EUA na adjudicação de contrato de 12 de abril.


O trabalho, encomendado sob contrato de fonte única, será conduzido em Oklahoma City, Oklahoma, e será concluído em 11 de abril de 2029. Foi concedido pelo Centro de Gerenciamento de Ciclo de Vida da Força Aérea.

O contrato segue a notícia em março de que a Boeing ganhou um contrato de US$ 250 milhões para integrar o Long Range Stand-Off Missile (LRSO) na B-52H.

A Lockheed Martin e a Raytheon estão desenvolvendo versões concorrentes do LRSO, com a USAF agendada para conceder um contrato de produção por volta de 2022. O serviço planeja iniciar o lançamento do míssil no final dos anos 2020.

O LRSO é um substituto do míssil de cruzeiro Boeing AGM-86, lançado em meados da década de 1970 e lançado pela primeira vez em 1982. O novo míssil também será integrado ao próximo bombardeiro stealth Northrop Grumman B-21 da USAF. .

Em fevereiro, a USAF começou a testar uma versão atualizada do Lançador Convencional do B-52, que permitiria que ele lançasse oito munições de ataque direto de sua baia interna de bombas.

Segundo o FlightGlobal, a USAF opera 76 B-52Hs com uma idade média de 57,2 anos, e 61 B-1Bs com uma idade média de 31,6 anos.

FONTE: FlightGlobal

Micro-ondas Philco 25L PME25 Prata

Micro-ondas Philco 25L PME25 Prata 110V

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas