Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

Com golpe de Estado, exército derruba presidente do Sudão

O Exército do Sudão derrubou o presidente Omar al-Bashir após várias semanas de protestos, informou hoje (11) o canal de televisão Al-Mayadeen.


Sputnik

O Exército do Sudão decidiu afastar o presidente Omar al-Bashir de todos os cargos e demitir o governo, informou o canal de televisão Al-Mayadeen, citando fontes. Segundo a mídia, o exército anunciará a criação de um comitê militar que liderará o país durante o período de transição.

Manifestações no Sudão, 10 de abril de 2019
© REUTERS / Stringer

O jornal Al Hadath também disse que suas fontes confirmaram a demissão de Omar al-Bashir.

Anteriormente, a agência Reuters informou, citando a televisão estatal, que o Exército do Sudão faria uma "declaração importante em breve", acrescentando que a rádio estatal sudanesa começou a tocar música patriótica.

Segundo a mídia local, um grupo de militares supostamente entrou no prédio da rádio sudanesa.

O Al Hadath informou que o presidente Omar al-Bashir foi detido. O primeiro-ministro do Sudão, Mohamed Tahir Ayala, também teria sido alegadamente detido.

O presidente sudanês foi destituído e detido pelas Forças Armadas, disse o ministro da Defesa do país, Awad Ahmed Benawf.

"Anuncio a detenção desse regime e seu líder, que se encontra em um lugar seguro", disse Awad Ahmed Benawf em uma declaração na televisão estatal do país.

Além disso, o ministro da Defesa anunciou a dissolução do parlamento e do governo do país.

Foram enviados unidades do exército e veículos blindados adicionais à capital do país, Cartum. A polícia desapareceu das ruas, informou a mídia local.

A Reuters informou, citando testemunhas, que as pessoas nas ruas estão cantando "Foi derrubado, vencemos!"

Milhares de pessoas foram às ruas da capital sudanesa no fim de semana, exigindo a demissão do presidente do país, Omar al-Bashir. Os comícios continuaram na segunda (9) e terça-feira (10). Segundo a organização não governamental Human Rights Watch, os confrontos entre manifestantes e forças de segurança resultaram em pelo menos oito mortes de sábado (6) a segunda-feira (8).

O Sudão está vivendo manifestações desde dezembro, causados pelo aumento dos preços dos bens de consumo. Os protestos em massa levaram Bashir, que está no poder há 30 anos, a dissolver o gabinete e a declarar o estado de emergência nacional por um ano.

Projetor BenQ MS531 3300 Lumens - 800x600 USB HDMI

Projetor BenQ MS531 3300 Lumens - 800x600 USB HDMI

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas