Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Os mísseis russos que se tornaram alvo de disputa entre EUA e Turquia

A Turquia, dona do segundo maior Exército entre os 29 países que compõem a Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte), está prestes a adquirir mísseis antiaéreos S-400.
BBC News Brasil

Os S-400 são os mísseis "terra-ar" mais avançados do mundo e se tornaram motivo de uma disputa entre Turquia e Estados Unidos que pode ameaçar a aliança militar das potências ocidentais.

Isso porque os S-400 são fabricados na Rússia, o principal rival da organização fundada em 1949 justamente para se opor à então União Soviética.

A insistência da Turquia em adquirir os mísseis russos irritou os Estados Unidos, que encaram a decisão como uma potencial ameaça para seus aviões de combate F-35, também em vias de serem comprados pelos turcos.
Troca de farpas

"Não ficaremos de braços cruzados enquanto os aliados da Otan compram armas dos nossos adversários", advertiu o vice-presidente dos EUA, Mike Pence, durante um encontro organizado há poucos dias em Washington para celebrar o aniversár…

Governo de União Nacional da Líbia e Exército de Haftar trocam ataques aéreos

A Força Aérea do Governo de União Nacional líbio realizou ataques aéreos contra uma base do Exército Nacional da Líbia (LNA), comandado pelo marechal Khalifa Haftar, perto do aeroporto velho de Trípoli, disse à Sputnik uma fonte militar.


Sputnik

Segundo a fonte, a operação foi realizada em resposta ao avanço do LNA em direção a Trípoli.

Resultado de imagem para Exército Nacional da Líbia (LNA)
Reprodução

Ao mesmo tempo, de acordo com o interlocutor da Sputnik, o exército de Haftar também iniciou uma operação no espaço aéreo sobre a capital do país, cujos alvos são posições de grupos armados e seu material bélico.

Fontes locais confirmaram à Sputnik terem sido avistados aviões militares provenientes do lado do povoado de Wadi al-Rabie, controlado pelo LNA.

A missão da ONU na Líbia, por sua vez, exigiu um cessar-fogo de duas horas entre as partes em conflito para evacuar as vítimas.

A ofensiva do LNA começou na quinta-feira (4), quando Khalifa Haftar ordenou que suas forças lançassem uma ofensiva contra Trípoli para a "libertar dos terroristas".

O conflito entre as facções continua escalando apesar das conversações que Haftar e o primeiro-ministro líbio Fayez Sarraj, que lidera o Governo de União Nacional, apoiado pela ONU, realizaram em fevereiro. Durante as negociações, as partes concordaram em unir as instituições estatais e realizar eleições gerais no país até o final do ano.

Avião Mustang 6 em 1 Zippy Do Laser Pegs

Avião Mustang 6 em 1 Zippy Do Laser Pegs

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas