Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Irã ameaça romper limite de reservas de urânio; entenda o que país pode fazer se sair de acordo nuclear

Sem regulação, país pode adotar equipamentos mais modernos e rápidos e ampliar volume de enriquecimento de material que pode ser usado em armas nucleares. Acordo foi firmado em 2015 entre Irã e mais seis países, mas Trump retirou EUA em maio de 2018.
Associated Press

O Irã anunciou que irá exceder o limite de reservas de urânio determinado pelo acordo nuclear de 2015, ampliando as tensões no Oriente Médio.

O prazo de 27 de junho dado por Teerã vem antes de outra data limite, 7 de julho, para que a Europa apresente melhores termos para que o país permaneça no acordo. Se essa segunda data passar sem nenhuma ação, o presidente iraniano Hassan Rouhani diz que a república islâmica irá provavelmente retomar o alto enriquecimento de urânio.

Veja a seguir em que situação está o programa nuclear do Irã atualmente:

O acordo nuclear

O Irã fechou um acordo nuclear em 2015 com Estados Unidos, França, Alemanha, Reino Unido, Rússia e China. O acordo, formalmente conhecido como Plano de Ação Conjunto Abran…

Hezbollah diz ter 'cartas na manga' após jogada dos EUA contra Guarda Revolucionária

A declaração do movimento xiita libanês sucede decisão norte-americana de classificar o Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica (IRGC, na sigla em inglês) como terrorista. Trata-se da primeira vez que os EUA incluem tropas de outro país na lista negra.


Sputnik

Comandante do Hezbollah, Hassan Nasrallah, não aceitou a decisão norte-americana de designar o Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica como organização terrorista. Ele se referiu aos Estados Unidos como principal fonte patrocinadora do terrorismo mundial.

Parada do Hezbollah durante uma cerimônia de homenagem a militantes mortos, no Líbano, em 18 de fevereiro de 2017.
© AP Photo / Mohammed Zaatari

"Os Estados Unidos ultrapassaram imprudentemente todos os limites ao designarem IRGC como organização terrorista. A força [do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica] tem feito um grande sacrifício para resistir à hegemonia dos EUA e de Israel na região. Nós condenamos a decisão norte-americana e expressamos nosso suporte aos nossos amigos do IRGC", declarou Nasrallah na quarta-feira (10), citado pelo canal de televisão Press TV.

Para o comandante do Hezbollah, a jogada dos Estados Unidos foi uma concessão ao premiê israelense, Benjamin Netanyahu, às vésperas das eleições na nação judaica.

"Colocar o IRGC e o Hezbollah na lista negra é prova de nossa força, e não de fraqueza. É nosso direito fundamental, além do dever humanitário e moral, enfrentar todos que nos ameaçam. A frente de resistência tem muitas cartas na manga para responder às sanções e medidas dos EUA", acrescentou o líder do movimento xiita libanês.

Em resposta à decisão dos EUA, o Conselho Supremo de Segurança Nacional do Irã acusou o governo norte-americano de apoiar terroristas e passou a reconhecer o Comando Central dos EUA (CENTCOM, na sigla em inglês) como organização terrorista.

Cartucho de Tinta HP Preto 662 Original P/ - HP 2516 3516 3546 2546 1516 4646 2646

Cartucho de Tinta HP Preto 662 Original P/ - HP 2516 3516 3546 2546 1516 4646 2646

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas