Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Os mísseis russos que se tornaram alvo de disputa entre EUA e Turquia

A Turquia, dona do segundo maior Exército entre os 29 países que compõem a Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte), está prestes a adquirir mísseis antiaéreos S-400.
BBC News Brasil

Os S-400 são os mísseis "terra-ar" mais avançados do mundo e se tornaram motivo de uma disputa entre Turquia e Estados Unidos que pode ameaçar a aliança militar das potências ocidentais.

Isso porque os S-400 são fabricados na Rússia, o principal rival da organização fundada em 1949 justamente para se opor à então União Soviética.

A insistência da Turquia em adquirir os mísseis russos irritou os Estados Unidos, que encaram a decisão como uma potencial ameaça para seus aviões de combate F-35, também em vias de serem comprados pelos turcos.
Troca de farpas

"Não ficaremos de braços cruzados enquanto os aliados da Otan compram armas dos nossos adversários", advertiu o vice-presidente dos EUA, Mike Pence, durante um encontro organizado há poucos dias em Washington para celebrar o aniversár…

Netanyahu sobre julgar Exército de Israel por crimes de guerra: 'É absurdo'

O primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu considera "absurdo" julgar soldados israelenses por supostos crimes de guerra cometidos contra palestinos nos territórios ocupados.


Sputnik

"É absurdo que o Tribunal Penal Internacional processe soldados americanos ou israelenses", disse o premiê.

Primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu (Foto de aquivo)
Benjamin Netanyahu © AP Photo / Sebastian Scheiner

Nesta semana, Netanyahu elogiou a decisão do Tribunal Penal Internacional de não acusar as tropas americanas de alegados crimes de guerra cometidos no Afeganistão.

A corte penal está considerando a acusação contra soldados israelenses de crimes de guerra alegadamente cometidos durante as suas intervenções na Faixa de Gaza e como consequência da construção dos colonatos judeus na Cisjordânia.

O Conselho de Direitos do Homem das Nações Unidas elaborou uma base de dados secreta com nomes e ações dos soldados e oficiais israelenses suspeitos de terem cometido crimes de guerra durante a repressão dos protestos palestinos no decorrer do último ano em Gaza.

Para o premiê israelense, a decisão do TPI desta semana sobre os Estados Unidos tem "implicações extraordinárias" para Israel e o resto do mundo, além de que o tribunal foi criado para responder às atrocidades cometidas por países que não têm um sistema legal respeitado, o que não seria o caso de Israel.

Carrinho de Praia com Avanço para Caixa Térmica Mor

Carrinho de Praia com Avanço para Caixa Térmica Mor

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas