Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

Porta-aviões dos EUA chega à área da 6ª Frota responsável por operações na Europa e África

O porta-aviões norte-americano Abraham Lincoln e o grupo de ataque que o acompanha começaram nesta segunda-feira (8), a posicionar-se na área da 6ª Frota dos EUA, que atua na Europa e na costa ocidental da África, anunciaram as Forças Navais dos EUA na Europa em comunicado à imprensa.


Sputnik

"A presença do Abraham Lincoln na região [faz] parte de uma contínua rotação de forças avançadas que promovem as operações de segurança marítima", lê-se no comunicado.

Porta-aviões norte-americano Abraham Lincoln ao lado de caças F-18 durante exercícios no golfo Pérsico
© AP Photo / Hassan Ammar, File

"Ao operar na área da 6ª Frota dos EUA, o grupo de ataque de Abraham Lincoln irá participar de treinamentos realistas para aumentar as capacidades de nossos aliados e reforçar as parcerias através de eventos multilaterais".

O grupo de ataque inclui o porta-aviões USS Abraham Lincoln da classe Nimitz como navio-almirante, a asa aérea (do porta-aviões) Air Wing Seven, o cruzador de mísseis Leyte Gulf da classe Ticonderoga e destróieres do Segundo Esquadrão, segundo o comunicado.

A fragata espanhola Mendez Nunez se juntará ao grupo de ataque do Abraham Lincoln, acrescentou o comunicado. A 6ª Frota dos EUA é responsável pelas operações na Europa e na África.

De acordo com a Marinha dos EUA, o porta-aviões Abraham Lincoln voltou ao serviço ativo em 2017, após quatro anos de reabastecimento da instalação nuclear e uma revisão completa dos equipamentos.

Navio Cruzeiro da Barbie - Mattel FHW46

Navio Cruzeiro da Barbie - Mattel FHW46

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas