Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

Rússia ajuda Venezuela a investigar ataques contra instalações energéticas

A Rússia proporciona toda a ajuda necessária à Venezuela e os dois países estão investigando em conjunto os ataques contra o setor energético venezuelano, disse o vice-ministro russo das Relações Exteriores, Oleg Siromolotov.


Sputnik

"Estamos proporcionando aos nossos amigos venezuelanos toda a ajuda necessária […]. Segundo os dados do governo legítimo do país, liderado por Nicolás Maduro, e de acordo com outras fontes fidedignas, o setor eletro-energético da Venezuela foi atacado no dia 7 de março deste ano a partir do estrangeiro", informou diplomata à Sputnik.

Consequências de apagão na Venezuela (foto de arquivo)
Apagão na Venezuela © AP Photo / Natacha Pisarenko

De acordo com o vice-ministro, tratou-se de uma interferência comandada à distância nos sistemas de controle das principais estações distribuidoras de energia elétrica, cujos equipamentos foram fabricados num dos países do Ocidente.

Para além disso, o diplomata adicionou que "os autores dos ataques às instalações energéticas conheciam bem suas vulnerabilidades''.

No dia 7 desse mês a Venezuela sofreu um blecaute de quase uma semana após um acidente na Hidrelétrica de Guri, a principal do país que foi classificado como "sabotagem norte-americana'' pelo governo. O funcionamento de fábricas e instalações públicas foi suspenso em todo o país.

O outro blecaute massivo ocorreu no dia 25 de março e atingiu 16 dos 23 estados da Venezuela. O apagão deixou a capital sem eletricidade. O governo de Maduro atribuiu as falhas do serviço a um ataque organizado a partir dos EUA contra a Hidrelétrica de Guri.

No dia 28 conseguiu-se a recuperação parcial do serviço elétrico, mas Maduro informou que entre 29 e 30 de março se registraram novos ataques informáticos que deixaram outra vez o país sem luz.

Iluminação de Emergência Bivolt LED 1200 Branca SEGURIMAX

Iluminação de Emergência Bivolt LED 1200 Branca SEGURIMAX

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas