Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Fuzileiros Navais do Brasil e dos EUA ratificam acordo de cooperação

Diálogo conversou com o Contra-Almirante (FN) da Marinha do Brasil (MB) Nélio de Almeida para conhecer detalhes dessa parceria
Por Marcos Ommati | Diálogo Américas | Poder Naval

Criar mais oportunidades de intercâmbio de conhecimento e treinamento combinado entre os Fuzileiros Navais do Brasil e dos Estados Unidos. Este é o objetivo principal de um plano de cinco anos ratificado em fevereiro de 2019 entre os representantes de ambas as forças, o Contra-Almirante (FN) da Marinha do Brasil Nélio de Almeida, comandante do Desenvolvimento Doutrinário do Corpo de Fuzileiros Navais (CFN) do Brasil e presidente nacional da Associação de Veteranos desta força, e o Contra-Almirante Michael F. Fahey III, comandante do Corpo de Fuzileiros Navais Sul dos EUA (MARFORSOUTH, em inglês). O C Alte Nélio recebeu Diálogo em seu escritório na Ilha do Governador, Rio de Janeiro, para dar detalhes do acordo e conversar sobre outros temas de interesse das marinhas do Brasil e de outros países da região e dos E…

Venezuela está livre do 'Ministério das Colônias dos EUA', diz Maduro sobre saída da OEA

O presidente venezuelano Nicolás Maduro descreveu a retirada do país da Organização dos Estados Americanos (OEA) como uma libertação do "Ministério das Colônias dos EUA".


Sputnik

No sábado, o ministro venezuelano de Relações Exteriores, Jorge Arreaza, disse que a Venezuela oficialmente não faz mais parte da OEA.

Nicolás Maduro anuncia congelamento de contas de várias empresas do Panamá
Nicolás Maduro | Ariana Cubillas/AP

"Ficamos livres do ministério das colônias dos EUA, uma ferramenta de interferência, bem como desrespeito aos princípios democráticos e ao direito internacional. Nossa pátria bolivariana e independente diz 'adeus' à OEA", escreveu Maduro em sua página no Twitter.

Maduro anunciou a decisão de deixar o bloco em 2017, apoiando a retirada imediata do país da OEA, embora o procedimento geralmente leve dois anos. A OEA não reconheceu o novo mandato presidencial de Maduro, iniciado em 10 de janeiro.

A Venezuela enfrenta atualmente uma forte crise política, com o líder da oposição, Juan Guaidó, proclamando-se o presidente interino do país. A medida foi reconhecida pelos Estados Unidos e por mais de 50 outras nações, enquanto Maduro a descreveu como uma tentativa de golpe orquestrado pelos Estados Unidos.

China, Rússia, Bolívia, Turquia e numerosas outras nações reconhecem Maduro como o único presidente legítimo da Venezuela.

Lava Louças 8 Serviços Brastemp Compacta Branca com Ciclo Pesado

Lava Louças 8 Serviços Brastemp Compacta Branca com Ciclo Pesado 110V

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas