Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Fuzileiros Navais do Brasil e dos EUA ratificam acordo de cooperação

Diálogo conversou com o Contra-Almirante (FN) da Marinha do Brasil (MB) Nélio de Almeida para conhecer detalhes dessa parceria
Por Marcos Ommati | Diálogo Américas | Poder Naval

Criar mais oportunidades de intercâmbio de conhecimento e treinamento combinado entre os Fuzileiros Navais do Brasil e dos Estados Unidos. Este é o objetivo principal de um plano de cinco anos ratificado em fevereiro de 2019 entre os representantes de ambas as forças, o Contra-Almirante (FN) da Marinha do Brasil Nélio de Almeida, comandante do Desenvolvimento Doutrinário do Corpo de Fuzileiros Navais (CFN) do Brasil e presidente nacional da Associação de Veteranos desta força, e o Contra-Almirante Michael F. Fahey III, comandante do Corpo de Fuzileiros Navais Sul dos EUA (MARFORSOUTH, em inglês). O C Alte Nélio recebeu Diálogo em seu escritório na Ilha do Governador, Rio de Janeiro, para dar detalhes do acordo e conversar sobre outros temas de interesse das marinhas do Brasil e de outros países da região e dos E…

4 bombardeiros B-52 efetuam missão aérea perto do Irã (VÍDEO)

Um grupo de bombardeiros estratégicos B-52 da Força Aérea dos EUA completou sua primeira missão – uma operação de treinamento – a partir de sua nova base no Qatar. Estes jatos de combate com capacidade nuclear foram enviados para a região em resposta a uma "possível ameaça" por parte do Irã contra as forças americanas e dos seus aliados.


Sputnik

Os quatro aviões de guerra B-52H Stratofortress demonstraram suas capacidades durante o voo realizado no fim de semana em sua primeira missão, na qual usaram o porta-aviões USS Abraham Lincoln como "alvo". Os quatro bombardeiros operam a partir da base aérea de Al-Udeid, no Qatar. 


O B-52H Stratofortress decolando da base aérea de Al-Udeid, Qatar, 12 de maio de 2019
O B-52H Stratofortress decolando da base aérea de Al-Udeid, Qatar, 12 de maio de 2019 © FOTO: STAFF SGT. ASHLEY GARDNER

"Esta foi a primeira missão dos bombardeiros posicionados na área de responsabilidade do Comando Central dos EUA para defender as forças e interesses dos EUA na região", disse o Comando Central da Força Aérea (AFCENT) em um comunicado.

A Força Aérea também postou imagens de suas aeronaves F-15C Eagle e F-35A Lightning II em missões de "dissuasão", bem como o reabastecimento em voo pela aeronave KC-135 Stratotanker.

O deslocamento desta esquadrilha ocorreu depois que o grupo de ataque do porta-aviões USS Abraham Lincoln partiu para o golfo Pérsico em 6 de maio. Um dia antes, em 5 de maio, o assessor de segurança nacional dos EUA, John Bolton, anunciou transferências de grupos militares estadunidenses para a região, afirmando também que seu país avança nesta ação em resposta a "uma série de indicadores e alertas preocupantes e crescentes" por parte do Irã.

Atualmente, o USS Arlington e um navio anfíbio de transporte de pessoal equipado com sistemas de mísseis terra-ar MIM-104 Patriot estão também a caminho da região.



Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas