Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Fuzileiros Navais do Brasil e dos EUA ratificam acordo de cooperação

Diálogo conversou com o Contra-Almirante (FN) da Marinha do Brasil (MB) Nélio de Almeida para conhecer detalhes dessa parceria
Por Marcos Ommati | Diálogo Américas | Poder Naval

Criar mais oportunidades de intercâmbio de conhecimento e treinamento combinado entre os Fuzileiros Navais do Brasil e dos Estados Unidos. Este é o objetivo principal de um plano de cinco anos ratificado em fevereiro de 2019 entre os representantes de ambas as forças, o Contra-Almirante (FN) da Marinha do Brasil Nélio de Almeida, comandante do Desenvolvimento Doutrinário do Corpo de Fuzileiros Navais (CFN) do Brasil e presidente nacional da Associação de Veteranos desta força, e o Contra-Almirante Michael F. Fahey III, comandante do Corpo de Fuzileiros Navais Sul dos EUA (MARFORSOUTH, em inglês). O C Alte Nélio recebeu Diálogo em seu escritório na Ilha do Governador, Rio de Janeiro, para dar detalhes do acordo e conversar sobre outros temas de interesse das marinhas do Brasil e de outros países da região e dos E…

Análise: no mundo há várias 'linhas de frente' onde se sente o 'bafo' de Washington

O analista Andrei Suzdaltsev revelou, em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik, sua opinião que a visita do chanceler da Venezuela a Moscou foi muito oportuna.


Sputnik

Caracas apela a Washington que dialogue e respeite o direito internacional, informou a chancelaria da Venezuela no final do encontro entre os chanceleres russo e venezuelano.

Militares norte-americanos
© AFP 2019 / Nikolay Doychinov

O analista e professor da Escola Superior da Economia russa Andrei Suzdaltsev partilha o mesmo ponto de vista em relação à situação, em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik

Podemos ver que uma abordagem por parte dos EUA direcionada ao diálogo para resolver a crise na Venezuela não tem a ver com esta administração estadunidense, opina o analista.

"No mundo há várias 'linhas de frente' quentes onde se sente o 'bafo' de Washington. Além da Venezuela, elas são a Síria, Ucrânia, etc. Em todas essas direções os EUA não mostram vontade de se sentarem à mesa das negociações e buscarem algum tipo de compromisso", disse Andrei Suzdaltsev.

A administração do presidente norte-americano se verificou ser incapaz de atuar no palco internacional, afirmou o analista.

"Há muitas campanhas de propaganda, 'demonstrações da força', [os EUA] enviam constantemente forças de porta-aviões para todo o mundo, mas ainda nenhum problema foi resolvido", declarou ele.

A administração dos EUA conta abertamente com que o líder da oposição venezuelana Juan Guaidó encabece o país, afastando o presidente legitimo Nicolás Maduro, considera Andrei Suzdaltsev.

Ele revela sua opinião que a visita a Moscou do chefe da chancelaria da Venezuela foi muito oportuna, porque ela recordou a Washington que sua política é contraproducente.

"Esse encontro em Moscou com o ministro das Relações Exteriores da Venezuela, que teve lugar um dia antes do encontro do chanceler russo, Sergei Lavrov, com o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, foi muito oportuno, especialmente depois das tentativas de realizar um golpe de Estado na Venezuela", concluiu o analista Andrei Suzdaltsev.

O encontro entre Lavrov e Pompeo tem lugar em 6 de maio, na Finlândia.

Barbeador Elétrico Recarregável Máquina Shaver Kemei RSCW-5500 Bivolt

Barbeador Elétrico Recarregável Máquina Shaver Kemei RSCW-5500 Bivolt

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas