Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Prestes a 'ganhar' território do tamanho da Arábia Saudita, Brasil carece de recursos para defesa

A ONU deve ratificar no próximo mês, o pleito brasileiro em estender sua faixa de águas jurisdicionais em pelo menos 2,1 milhões de km², uma área equivalente à extensão da Arábia Saudita. Para especialista ouvido pela Sputnik Brasil, movimento precisa vir acompanhado de modernização da Marinha.
Sputnik

Como a Sputnik Brasil mostrou em maio, a demanda já dura há pelo menos 30 anos e tem relação com medições técnicas sobre o ponto onde termina o Brasil continental e até onde é lícito explorar as águas do entorno. O mar territorial brasileiro têm atualmente cerca de 12 milhas náuticas (22 quilômetros) na faixa de água e uma zona econômica exclusiva de 200 milhas náuticas (370 quilômetros). Na parte de solo e sub-solo, área na qual o Brasil pleiteia a extensão, há um limite de mais 200 milhas regulamentadas.

Responsável pela proteção da área oceânica, a Marinha brasileira vem desenvolvendo pesquisas na região desde 2004. Os militares já identificaram potencial possibilidade de exploração de …

China: Visita de Trump ao futuro porta-aviões japonês causa preocupação

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, concluiu sua visita de quatro dias ao Japão na terça-feira com uma inspeção a um porta-helicópteros, que deve ser convertido em porta-aviões, e especialistas chineses disseram que sua iniciativa indica sua aquiescência às ambições militares do Japão e pode desencadear nova corrida armamentista.


Poder Naval

Acompanhado pelo primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, Trump inspecionou o destróier porta-helicópteros Kaga na base da Força Marítima de Autodefesa do Japão (JMSDF) em Yokosuka, a primeira vez que um presidente dos Estados Unidos subiu a bordo de um navio da JMSDF, informou o Kyodo News.

JS Kaga
O destróier porta-helicópteros Kaga, da Força Marítima de Autodefesa do Japão (JMSDF)

Ni Feng, vice-diretor do Instituto de Estudos Americanos da Academia de Ciências Sociais da China, disse ao Global Times que a inspeção mostra mais uma vez que Trump quer que seus aliados assumam maior responsabilidade militar e aumentem seus orçamentos de defesa, o que encoraja a busca de poder militar de Abe.

Analistas chineses notaram que o destróier porta-helicópteros inspecionado por Trump é controverso até mesmo no Japão, pois ao país não é permitido possuir armas que poderiam ser usadas para atacar outros países após sua derrota na Segunda Guerra Mundial.

O Kaga, um destróier porta-helicópteros da classe “Izumo”, deverá ser reformado e funcionar como um porta-aviões capaz de transportar caças furtivos F-35B, informou o canal NHK na terça-feira.

A visita de Trump mostra que ele está ignorando o fato de que o Japão não refletiu sobre a história da guerra, ou que a atual busca do Japão para recuperar a força militar levanta preocupações na região, disse Yang Xiyu, pesquisador do Instituto de Estudos Internacionais da China em Pequim.

Apesar de serem aliados, os EUA costumavam limitar o desenvolvimento militar do Japão e não permitiam que ele tivesse qualquer tipo de arma de longo alcance e capacidade de ataque, disse Yang, observando que o navio da classe “Izumo” se enquadra nessa categoria.

Isso significa que o Japão tem o endosso tácito do presidente dos EUA para expandir suas capacidades militares, disse Yang.

A inspeção pode aumentar as tensões na região, incitar confrontos entre os principais países e levar a uma corrida armamentista, disse Ni.

Ecoando Ni, Yang ressaltou que se o Japão voltar a se tornar uma grande potência militar, os países e regiões vizinhos definitivamente se preocuparão.

Durante sua visita de quatro dias, Trump anunciou o plano do Japão de comprar 105 caças F-35 fabricados nos EUA. Ele também discutiu o comércio com Abe, observando que o déficit comercial dos EUA com o Japão é grande, mas ele espera anunciar um acordo comercial em breve, informou a mídia.

FONTE: Global Times

Navio RMS Titanic 05210 - REVELL ALEMA

Navio RMS Titanic 05210 - REVELL ALEMA

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas