Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Trump não precisa de autorização do Congresso para declarar guerra ao Irã, diz analista

Donald Trump pode não precisar do aval do Congresso para declarar guerra contra o Irã, algo que seus conselheiros "vêm construindo discretamente" um caso em meio a sanções crescentes, informa Jonathan Allen, da NBC News.
Sputnik

O articulista afirma que os principais elementos do plano incluem ligar a al-Qaeda ao Irã para retratar a República Islâmica como uma ameaça terrorista aos EUA, "o que é exatamente o que as autoridades do governo vêm fazendo nas últimas semanas".

"Isso poderia dar a Trump a justificativa que ele precisa para combater o Irã sob a resolução de uso de força de 2001, sem aprovação do Congresso", Allen argumenta, acrescentando que o Congresso dificilmente concederá ao presidente americano "nova autoridade para atacar o Irã nas circunstâncias atuais ”.

Os comentários do autor vêm depois que o New York Times citou vários altos funcionários norte-americanos não identificados dizendo que “[o presidente Donald] Trump foi firme em dizer que…

Netanyahu: 'Não permitiremos que Irã consiga armamento nuclear'

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, declarou que Tel Aviv não permitirá que Teerã obtenha armamento nuclear.


Sputnik

A declaração do premiê veio após o anúncio iraniano de suspender algumas das suas obrigações no âmbito do Plano Conjunto de Ação Integral (JCPOA).

Primeiro-ministro de Israel Benjamin Netanyahu durante discurso em Jerusalém, Israel, 1 de maio de 2019
Benjamin Netanyahu © REUTERS / Ronen Zvulun

"Esta manhã, a caminho daqui, ouvi dizer que o Irã pretende prosseguir com seu programa nuclear […] Não permitiremos que o Irã consiga armamento nuclear. Continuaremos lutando contra aqueles que nos querem matar”, cita a Reuters o comentário de Netanyahu.

Nesta quarta-feira (8), o presidente iraniano Hassan Rouhani anunciou que suspenderia alguns de seus compromissos no âmbito do acordo nuclear de 2015 e deu um prazo de 60 dias para que as potências mundiais protejam os interesses do Irã contra as sanções dos EUA, ou reiniciará o enriquecimento de urânio.

O líder iraniano também comunicou que, a menos que os restantes signatários cumpram as suas promessas de proteger o Irã das sanções americanas, Teerã deixará de observar seus compromissos no âmbito do acordo, complementando que a redução gradual das obrigações do país é uma resposta recíproca à retirada unilateral de Washington do acordo há um ano.

Em 2018, os EUA, violando aquilo que haviam se comprometido no acordo, restabeleceram e aumentaram as sanções na tentativa de impedir que outros países comprassem o petróleo iraniano.

Tapete Persa Red DNA Home Antiderrapante 100x140 cm

Tapete Persa Red DNA Home Antiderrapante 100x140 cm

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas