Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Prestes a 'ganhar' território do tamanho da Arábia Saudita, Brasil carece de recursos para defesa

A ONU deve ratificar no próximo mês, o pleito brasileiro em estender sua faixa de águas jurisdicionais em pelo menos 2,1 milhões de km², uma área equivalente à extensão da Arábia Saudita. Para especialista ouvido pela Sputnik Brasil, movimento precisa vir acompanhado de modernização da Marinha.
Sputnik

Como a Sputnik Brasil mostrou em maio, a demanda já dura há pelo menos 30 anos e tem relação com medições técnicas sobre o ponto onde termina o Brasil continental e até onde é lícito explorar as águas do entorno. O mar territorial brasileiro têm atualmente cerca de 12 milhas náuticas (22 quilômetros) na faixa de água e uma zona econômica exclusiva de 200 milhas náuticas (370 quilômetros). Na parte de solo e sub-solo, área na qual o Brasil pleiteia a extensão, há um limite de mais 200 milhas regulamentadas.

Responsável pela proteção da área oceânica, a Marinha brasileira vem desenvolvendo pesquisas na região desde 2004. Os militares já identificaram potencial possibilidade de exploração de …

OTAN adotará nova estratégia militar por conta da 'ameaça nuclear' russa

Pela primeira vez em décadas, a OTAN adotará uma nova estratégia militar devido à "ameaça nuclear" da Rússia. A informação foi divulgada pelo secretário-geral da Aliança, Jens Stoltenberg.


Sputnik

"Esta semana, nossos especialistas militares decidiram implementar uma nova estratégia militar para a aliança", disse o secretário-geral da OTAN, em entrevista ao jornal alemão Welt am Sonntag.

Jens Stoltenberg, secretário-geral da OTAN
Jens Stoltenberg © AFP 2019 / JOHN THYS

Segundo ele, a razão para este passo é a "ameaça nuclear", que supostamente se direciona da Rússia para os países ocidentais. Além disso, ele afirmou que a aliança está enfrentando novos desafios no leste e no sul.

"A ideia é estar totalmente preparado para a defesa e garantir a estabilidade. Isso requer, em parte, novos conceitos militares", acrescentou.

Anteriormente, representantes da aliança acusaram Moscou de desenvolver planos para o uso de armas nucleares. Assim, em março, o general Curtis Scaparotti, comandante-em-chefe das forças combinadas da OTAN na Europa, disse que um ataque de mísseis preventivos permitiria que Moscou alcançasse "vitórias rápidas sobre vizinhos mais fracos". No entanto, ele não deu nenhum argumento para sustentar seu discurso.

As autoridades russas enfatizaram repetidamente que consideram as armas nucleares apenas como um meio de proteção. O presidente russo, Vladimir Putin, já afirmou que a doutrina nuclear russa não prevê um ataque preventivo, observando que, em teoria, Moscou só pode usar armas nucleares em resposta.

Botina Bracol Segurança Acolchoada Com Bico Pvc - Geral

Botina Bracol Segurança Acolchoada Com Bico Pvc

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas