Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Prestes a 'ganhar' território do tamanho da Arábia Saudita, Brasil carece de recursos para defesa

A ONU deve ratificar no próximo mês, o pleito brasileiro em estender sua faixa de águas jurisdicionais em pelo menos 2,1 milhões de km², uma área equivalente à extensão da Arábia Saudita. Para especialista ouvido pela Sputnik Brasil, movimento precisa vir acompanhado de modernização da Marinha.
Sputnik

Como a Sputnik Brasil mostrou em maio, a demanda já dura há pelo menos 30 anos e tem relação com medições técnicas sobre o ponto onde termina o Brasil continental e até onde é lícito explorar as águas do entorno. O mar territorial brasileiro têm atualmente cerca de 12 milhas náuticas (22 quilômetros) na faixa de água e uma zona econômica exclusiva de 200 milhas náuticas (370 quilômetros). Na parte de solo e sub-solo, área na qual o Brasil pleiteia a extensão, há um limite de mais 200 milhas regulamentadas.

Responsável pela proteção da área oceânica, a Marinha brasileira vem desenvolvendo pesquisas na região desde 2004. Os militares já identificaram potencial possibilidade de exploração de …

Pentágono: compra de sistemas russos pela Turquia será devastadora para programa F-35

A implantação dos sistemas russos de defesa antiaérea S-400 pela Turquia seria algo devastador para o acordo com os EUA relativo ao programa de fornecimento de caças F-35, afirmou Kathryn Wheelbarger, vice-secretária interina de Defesa dos EUA na quinta-feira (30) durante um evento em Washington.


Sputnik

"A concretização desta transação seria devastador, não só para o programa F-35, seria potencialmente uma ruptura da interoperabilidade turca com a OTAN, o aspecto fundamental da defesa da Aliança e, sejamos claros, o S-400 é um sistema russo concebido para derrubar aeronaves como as F-35. E é inconcebível pensar que a Rússia não irá aproveitar essa oportunidade de coletar dados", afirmou Wheelbarger no centro analítico Conselho Atlântico, em Washington.

Caça F-35 Lightning II da Lockheed Martin
© AFP 2019/ Evert-Jan Daniels

Wheelbarger enfatizou que os Estados Unidos não podem deixar que a entrega destes sistemas aconteça.

Por sua vez, o embaixador turco nos Estados Unidos, Serdar Kilic, disse que os caças furtivos F-35 não ficarão na área de cobertura dos sistemas S-400 a implantar na Turquia.

Recentemente Ancara declarou que não abdicará da compra dos S-400 e que o fornecimento deve se iniciar em julho deste ano.

Os Estados Unidos afirmaram que esses sistemas de defesa antiaérea são incompatíveis com os padrões da OTAN, chegando a ameaçar a Turquia com sanções e com o cancelamento de venda dos caças norte-americanos F-35, caso Ancara siga em frente com a compra dos referidos sistemas. Entretanto, a Turquia tenciona comprar mais de 100 caças F-35 Lightning II.

Tablet Samsung Galaxy Tab A T280 8GB 7” Wi-Fi - Android 5.1 Proc. Quad Core Câmera 5MP + Frontal

Tablet Samsung Galaxy Tab A T280 8GB 7” Wi-Fi - Android 5.1 Proc. Quad Core Câmera 5MP + Frontal

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas