Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Trump não precisa de autorização do Congresso para declarar guerra ao Irã, diz analista

Donald Trump pode não precisar do aval do Congresso para declarar guerra contra o Irã, algo que seus conselheiros "vêm construindo discretamente" um caso em meio a sanções crescentes, informa Jonathan Allen, da NBC News.
Sputnik

O articulista afirma que os principais elementos do plano incluem ligar a al-Qaeda ao Irã para retratar a República Islâmica como uma ameaça terrorista aos EUA, "o que é exatamente o que as autoridades do governo vêm fazendo nas últimas semanas".

"Isso poderia dar a Trump a justificativa que ele precisa para combater o Irã sob a resolução de uso de força de 2001, sem aprovação do Congresso", Allen argumenta, acrescentando que o Congresso dificilmente concederá ao presidente americano "nova autoridade para atacar o Irã nas circunstâncias atuais ”.

Os comentários do autor vêm depois que o New York Times citou vários altos funcionários norte-americanos não identificados dizendo que “[o presidente Donald] Trump foi firme em dizer que…

Presidente iraniano declara que EUA desencadearam 'guerra total' contra seu país

O presidente iraniano Hassan Rouhani disse que seu país está enfrentando uma "guerra total" devido a uma série de sanções econômicas e políticas por parte dos EUA, algo nunca visto nas últimas décadas.


Sputnik

Em um discurso em Teerã no sábado (11), Rouhani pediu unidade e coesão no país em um momento de pressão sem precedentes sobre o Irã, de acordo com a PressTV. Rouhani disse que as sanções dos EUA contra o setor bancário do Irã, o comércio internacional e as exportações de petróleo são ainda mais rigorosas do que aquelas que o país sofreu durante a guerra de 8 anos com o Iraque, que se seguiu à Revolução Islâmica de 1979.

O presidente iraniano Hassan Rouhani
Presidente iraniano Hassan Rouhani © REUTERS / Faisal Mahmood

"Na época desta guerra, não tínhamos problemas no setor bancário, na venda de petróleo e na exportação e importação, e a única proibição que nos foi imposta foi o embargo de armas", disse ele.

"Ceder não é consistente com a nossa cultura e religião e as pessoas não o aceitarão, por isso não devemos aceitar a submissão e devemos tentar encontrar uma solução", adicionou Rouhani.

Os esforços de Washington para exercer pressão sobre o Irã fizeram com que Teerã reduzisse parcialmente seus compromissos com o acordo nuclear de 2015 e prometido não recuar diante dos EUA.

O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, disse no sábado (11) que o Irã é uma ameaça aos interesses americanos, pois "espalha o caos no Oriente Médio e o objetivo dos EUA é corrigir isso". A administração do presidente americano Donald Trump alegou que o movimento veio em resposta a dados de inteligência indicando uma ameaça crescente do Irã e seus aliados.

Escudo de treino Adidas estilo Iraniano

Escudo de treino Adidas estilo Iraniano Único

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas