Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Fuzileiros Navais do Brasil e dos EUA ratificam acordo de cooperação

Diálogo conversou com o Contra-Almirante (FN) da Marinha do Brasil (MB) Nélio de Almeida para conhecer detalhes dessa parceria
Por Marcos Ommati | Diálogo Américas | Poder Naval

Criar mais oportunidades de intercâmbio de conhecimento e treinamento combinado entre os Fuzileiros Navais do Brasil e dos Estados Unidos. Este é o objetivo principal de um plano de cinco anos ratificado em fevereiro de 2019 entre os representantes de ambas as forças, o Contra-Almirante (FN) da Marinha do Brasil Nélio de Almeida, comandante do Desenvolvimento Doutrinário do Corpo de Fuzileiros Navais (CFN) do Brasil e presidente nacional da Associação de Veteranos desta força, e o Contra-Almirante Michael F. Fahey III, comandante do Corpo de Fuzileiros Navais Sul dos EUA (MARFORSOUTH, em inglês). O C Alte Nélio recebeu Diálogo em seu escritório na Ilha do Governador, Rio de Janeiro, para dar detalhes do acordo e conversar sobre outros temas de interesse das marinhas do Brasil e de outros países da região e dos E…

'Trotski da direita': ex-comandante do Exército critica Olavo após ataques contra Santos Cruz

O ex-comandante do Exército Brasileiro e integrante do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Eduardo Villas Bôas, teceu duras críticas ao guru do governo do presidente Jair Bolsonaro, Olavo de Carvalho, após ataques contra o general Carlos Alberto Santos Cruz, ministro da Secretaria de Governo.


Sputnik

Villas Bôas utilizou a sua página no Twitter para acusar Carvalho de ser um "verdadeiro Trotski de direita", que age "no sentido de acentuar divergências" no país.

Comandante do Exército, general Eduardo Dias da Costa Villas Bôas, participa de audiência na Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional
General Eduardo Villas Bôas © Foto : Marcelo Camargo/Agência Brasil

A mensagem o ex-comandante do Exército expõe o que pensam os militares, alvos recorrentes das ofensas proferidas por Carvalho e seus aliados, em uma constante queda de braço em diversos setores do governo Bolsonaro.

Segundo a revista Época, compartilham da mesma opinião de Villas Bôas os generais Augusto Heleno, do GSI e assessor de primeira hora de Bolsonaro, o próprio Santos Cruz, o vice-presidente Antônio Hamilton Mourão, e o general Fernando Azevedo e Silva, do Ministério da Defesa.


No mais recente capítulo da disputa entre militares e olavistas, Santos Cruz se tornou alvo por conta de uma entrevista concedida há cerca de um mês nos EUA. Na oportunidade, o general e ministro de Bolsonaro sugeriu que o "controle da mídia" estaria no radar do governo.

"As distorções e os grupos radicais, sejam eles de uma ponta ou de outra, da ponta leste ou da ponta oeste, isso aí tem que ser tomado muito cuidado, tem que ser disciplinado. A própria legislação tem de ser melhorada", declarou Santos Cruz, referindo-se ao uso das redes sociais para ataques.

Um dos primeiros a puxar o coro contra o ministro foi o humorista Danilo Gentili.

Smartphone LG K9 16GB Dual Chip 5.0 Câmera 8MP Selfie 5MP Android TV Digital Android 7.0 Azul

Smartphone LG K9 16GB Dual Chip 5.0 Câmera 8MP Selfie 5MP Android TV Digital Android 7.0 Azul

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas