Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Prestes a 'ganhar' território do tamanho da Arábia Saudita, Brasil carece de recursos para defesa

A ONU deve ratificar no próximo mês, o pleito brasileiro em estender sua faixa de águas jurisdicionais em pelo menos 2,1 milhões de km², uma área equivalente à extensão da Arábia Saudita. Para especialista ouvido pela Sputnik Brasil, movimento precisa vir acompanhado de modernização da Marinha.
Sputnik

Como a Sputnik Brasil mostrou em maio, a demanda já dura há pelo menos 30 anos e tem relação com medições técnicas sobre o ponto onde termina o Brasil continental e até onde é lícito explorar as águas do entorno. O mar territorial brasileiro têm atualmente cerca de 12 milhas náuticas (22 quilômetros) na faixa de água e uma zona econômica exclusiva de 200 milhas náuticas (370 quilômetros). Na parte de solo e sub-solo, área na qual o Brasil pleiteia a extensão, há um limite de mais 200 milhas regulamentadas.

Responsável pela proteção da área oceânica, a Marinha brasileira vem desenvolvendo pesquisas na região desde 2004. Os militares já identificaram potencial possibilidade de exploração de …

Venezuela treina defesa antiaérea para repelir ataque maciço

Foi realizada hoje em Guaicaipuro (periferia de Caracas) pela 39ª Brigada de Defesa Aérea do Comando Conjunto das Forças de Defesa Aeroespaciais da Venezuela, uma demonstração para repelir um ataque aéreo maciço.


Forças Terrestres

A Venezuela em 2016 completou a reforma da estrutura organizacional das tropas de defesa aérea, criando cinco brigadas após a conclusão de um longo período de compra de armas modernas da Rússia.


O fornecimento de equipamentos e armas permitiu ao Comando Conjunto de Defesa Aeroespacial – CODAI (Comando de Defensa Aeroespacial Integral) iniciar em junho de 2014 a reorganização da estrutura organizacional em cinco brigadas de defesa aérea: 19ª (localização de Maracaibo), 29ª (El Sombrero) 39ª (Caracas), 49ª (Barcelona), 59ª (Bolívar) e uma brigada de apoio material.

Cada brigada inclui dispositivos de detecção e controle de radar, bem como artilharia antiaérea e sistemas de mísseis antiaéreos.

De 2008 a junho de 2014, as forças armadas venezuelanas receberam até 300 sistemas rebocados de artilharias antiaérea ZU-23/30M1-4 de 23 mm, várias centenas de MANPADS “Igla-S”, pelo menos 11 baterias do Pechora S-125-2M de defesa aérea, 12 sistemas de defesa aérea Buk-M2E e até três baterias S-300VM Antey-2500.

COLABOROU: Rustam Bogaudinov

Impressora Multifuncional Epson EcoTank L3110 - Tanque de Tinta Colorida USB

Impressora Multifuncional Epson EcoTank L3110 - Tanque de Tinta Colorida USB

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas