Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Prestes a 'ganhar' território do tamanho da Arábia Saudita, Brasil carece de recursos para defesa

A ONU deve ratificar no próximo mês, o pleito brasileiro em estender sua faixa de águas jurisdicionais em pelo menos 2,1 milhões de km², uma área equivalente à extensão da Arábia Saudita. Para especialista ouvido pela Sputnik Brasil, movimento precisa vir acompanhado de modernização da Marinha.
Sputnik

Como a Sputnik Brasil mostrou em maio, a demanda já dura há pelo menos 30 anos e tem relação com medições técnicas sobre o ponto onde termina o Brasil continental e até onde é lícito explorar as águas do entorno. O mar territorial brasileiro têm atualmente cerca de 12 milhas náuticas (22 quilômetros) na faixa de água e uma zona econômica exclusiva de 200 milhas náuticas (370 quilômetros). Na parte de solo e sub-solo, área na qual o Brasil pleiteia a extensão, há um limite de mais 200 milhas regulamentadas.

Responsável pela proteção da área oceânica, a Marinha brasileira vem desenvolvendo pesquisas na região desde 2004. Os militares já identificaram potencial possibilidade de exploração de …

China vai investigar FedEx por acusações de que encomendas foram desviadas

A China vai investigar se a FedEx prejudicou os direitos e interesses de seus clientes, informou neste sábado a agência de notícias oficial Xinhua, depois da empresa de telecomunicações Huawei afirmar que encomendas direcionadas a ela foram desviadas.


Ryan Woo e Pei Li | Reuters

PEQUIM - Em meio a uma piora nas relações entre China e Estados Unidos, o Ministério do Comércio chinês informou na lista que faria uma lista de empresas estrangeiras e indivíduos “não confiáveis” que prejudicam os interesses chineses, mas não deu nomes.
Resultado de imagem para fedex

A ameaça foi feita depois do governo americano colocar a Huawei e uma lista negra que na prática impede empresas americanas de fazer negócios com a companhia chinesa de telecomunicações.

Na sexta, a Huawei informou à Reuters que estava revendo sua relação com a Fedex. A empresa alega que a FedEx teria desviado dois pacotes destinados a endereços da Huawei na Ásia para os Estados Unidos e tentado desviar outros dois. A FedEx afirma que o desvio foi apenas um erro.

A agência Xinhua afirmou que a empresa recentemente errou entregas para endereços na China.

Na terça, a Fedex pediu desculpas pelos erros em suas contas em mídias sociais chinesas pelos erros e assegurou que não há “pressão externa” para desviar encomendas.

O governo americano acredita que a Huawei, a maior fabricante mundial de equipamentos de telecomunicações, é uma potencial ameaça de espionagem por causa de suas ligações próximas com o governo chinês.

Huawei tem negado repetidamente que seja controlada pelo governo chinês ou serviços militares ou de inteligência.

Tablet Philco  PTB7QSG Com Bluetooth

Tablet Philco PTB7QSG Com Bluetooth Bivolt Automático

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas