Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Irã ameaça romper limite de reservas de urânio; entenda o que país pode fazer se sair de acordo nuclear

Sem regulação, país pode adotar equipamentos mais modernos e rápidos e ampliar volume de enriquecimento de material que pode ser usado em armas nucleares. Acordo foi firmado em 2015 entre Irã e mais seis países, mas Trump retirou EUA em maio de 2018.
Associated Press

O Irã anunciou que irá exceder o limite de reservas de urânio determinado pelo acordo nuclear de 2015, ampliando as tensões no Oriente Médio.

O prazo de 27 de junho dado por Teerã vem antes de outra data limite, 7 de julho, para que a Europa apresente melhores termos para que o país permaneça no acordo. Se essa segunda data passar sem nenhuma ação, o presidente iraniano Hassan Rouhani diz que a república islâmica irá provavelmente retomar o alto enriquecimento de urânio.

Veja a seguir em que situação está o programa nuclear do Irã atualmente:

O acordo nuclear

O Irã fechou um acordo nuclear em 2015 com Estados Unidos, França, Alemanha, Reino Unido, Rússia e China. O acordo, formalmente conhecido como Plano de Ação Conjunto Abran…

Diplomata peruano: Grupo de Lima quer ajuda da Rússia para pôr fim à crise na Venezuela

O Grupo de Lima discutirá como a Rússia pode ajudar a resolver a crise política na Venezuela, revelou à Sputnik o ministro de Relações Exteriores do Peru, Néstor Popolizio Bardales.


Sputnik

"Obviamente, vamos verificar se é possível que a posição russa nos ajude a encontrar uma solução", declarou Popolizio nesta segunda-feira.

Encontro do Grupo de Lima
Grupo de Lima © AP Photo / Martin Mejia

No início do dia, representantes do Grupo de Lima e do Grupo de Contato Internacional (GCI) sobre a Venezuela realizaram sua primeira reunião conjunta em nível ministerial na sede das Nações Unidas, em Nova York, para tratar da crise venezuelana.

O Grupo de Lima conta com 14 países e foi criado em 2017 para debater formas de acabar com a crise na Venezuela. O grupo inclui Argentina, Brasil, Canadá, Colômbia, Costa Rica, Chile, Guiana, Guatemala, Honduras, México, Panamá, Paraguai, Peru e Santa Lúcia. A maioria dos Estados membros da organização está apoiando o líder da oposição e autoproclamado presidente interino, Juan Guaidó.

A crise na Venezuela se intensificou quando Guaidó se proclamou presidente interino do país, em janeiro, pediu ao povo e aos militares venezuelanos que derrubassem o governo do presidente Nicolás Maduro e, quando a tentativa não foi bem-sucedida, pediu que os Estados Unidos interviessem militarmente.

Os Estados Unidos e mais de 50 países reconhecem Guaidó, mas Rússia, China, Turquia e vários outros países disseram reconhecer Maduro como o único presidente legítimo da Venezuela.

Maduro chamou Guaidó de fantoche dos EUA e acusou os Estados Unidos de orquestrar um golpe na Venezuela para efetuar uma mudança de governo e reivindicar os recursos do país.

DVD Automotivo Pioneer AVH-G218BT com Bluetooth - Tela LCD 6,2” Touch 23 Watts RMS USB

DVD Automotivo Pioneer AVH-G218BT com Bluetooth - Tela LCD 6,2” Touch 23 Watts RMS USB 12 Volts

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas