Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Prestes a 'ganhar' território do tamanho da Arábia Saudita, Brasil carece de recursos para defesa

A ONU deve ratificar no próximo mês, o pleito brasileiro em estender sua faixa de águas jurisdicionais em pelo menos 2,1 milhões de km², uma área equivalente à extensão da Arábia Saudita. Para especialista ouvido pela Sputnik Brasil, movimento precisa vir acompanhado de modernização da Marinha.
Sputnik

Como a Sputnik Brasil mostrou em maio, a demanda já dura há pelo menos 30 anos e tem relação com medições técnicas sobre o ponto onde termina o Brasil continental e até onde é lícito explorar as águas do entorno. O mar territorial brasileiro têm atualmente cerca de 12 milhas náuticas (22 quilômetros) na faixa de água e uma zona econômica exclusiva de 200 milhas náuticas (370 quilômetros). Na parte de solo e sub-solo, área na qual o Brasil pleiteia a extensão, há um limite de mais 200 milhas regulamentadas.

Responsável pela proteção da área oceânica, a Marinha brasileira vem desenvolvendo pesquisas na região desde 2004. Os militares já identificaram potencial possibilidade de exploração de …

Putin diz que intervenção militar americana na Venezuela seria um desastre

O presidente russo afirmou ainda que uma intervenção militar americana na Venezuela seria um desastre.


Reuters

Quem apoia Juan Guaidó como presidente da Venezuela é louco, afirmou Vladimir Putin, da Rússia, nesta quinta (6). O líder russo também disse que é neutro em relação ao venezuelano, e que Guaidó é um homem legal.

O presidente da Rússia, Vladimir Putin (foto de arquivo), determinou nesta quarta-feira (1º) simplificações para a concessão da cidadania russa a certas categorias de ucranianos. — Foto: Sputnik/Alexei Druzhinin/Kremlin via Reuters
O presidente da Rússia, Vladimir Putin (foto de arquivo), determinou nesta quarta-feira (1º) simplificações para a concessão da cidadania russa a certas categorias de ucranianos. — Foto: Sputnik/Alexei Druzhinin/Kremlin via Reuters

Uma intervenção militar norte-americana na Venezuela seria um desastre, e até mesmo os aliados dos EUA não apoiariam tal conduta, segundo o presidente da Rússia.

Em um fórum econômico em São Petersburgo, Putin disse que especialistas técnicos russos permanecem na Venezuela para prestar serviços de manutenção a equipamentos militares russos, o que, segundo ele, são obrigados a fazer por contrato.

Moscou não está construindo qualquer base militar especial na Venezuela, afirmou.

Há dois dias, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou em uma rede social que o governo russo informou que a Rússia havia retirado a maioria de seu efetivo presente na Venezuela.

Os russos reconhecem Nicolás Maduro como presidente venezuelano, e não Juan Guaidó, como os Estados Unidos, o Brasil e outras nações.

Putin enviou militares e ajuda humanitária recentemente para demonstrar apoio ao chavismo.

Armas nucleares

Putin ameaçou, deixar expirar em 2021 um tratado de controle de armas nucleares estratégicas com os Estados Unidos, se os americanos não manifestarem vontade em prolongá-lo.

"Se ninguém quiser prolongar o acordo, então nós não o faremos", afirmou.

Segundo ele, até agora, ninguém negociou com eles. "O processo de discussões formais não foi lançado, enquanto o acordo expira em 2021", acrescentou.

Mixer Mallory Trikxer Inox 3 em 1 300W - com Copo

Mixer Mallory Trikxer Inox 3 em 1 300W - com Copo

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas