Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA podem dobrar contingente militar na América do Sul, diz chefe da inteligência russa

Os EUA podem aumentar seu contingente militar na América Central e do Sul de 20 mil para 40 mil homens, disse o vice-almirante Igor Kostyukov, chefe do Departamento Central de Inteligência (GRU, sigla em russo), do Estado-Maior das Forças Armadas da Rússia.
Sputnik

"Embora na América Latina não haja ameaça militar direta para a segurança dos EUA, Washington tem uma presença militar significativa [na região]. O Comando Conjunto das Forças Armadas dos EUA implantou na América Central e do Sul um contingente de 20 mil militares. No período de ameaças este pode aumentar para 40 mil militares", explicou Kostyukov.


De acordo com ele, os EUA podem provocar uma "revolução colorida" na Nicarágua e Cuba.

"As tecnologias de 'revolução colorida' testadas na Venezuela podem vir a ser usadas em breve na Nicarágua e em Cuba", disse ele.

Segundo Kostyukov, os EUA estão tentando estabelecer o controle total sobre a América Latina.

"A Administração dos EUA considera…

China zomba dos EUA revelando seu novo bombardeiro furtivo? (VÍDEO)

A Corporação Industrial de Aviação da China (AVIC, na sigla em inglês) mostrou as primeiras imagens de seu novo bombardeiro furtivo em uma campanha publicitária que aparentemente zomba de um conhecido comercial norte-americano.


Sputnik

Uma parte do novo vídeo promocional da empresa chinesa é surpreendentemente parecida com um anúncio do bombardeiro B-21, exibido pelo fabricante norte-americano de armas Northrop Grumman em 2015.


Resultado de imagem para avic bomber china
Reprodução

O vídeo de cinco minutos da AVIC mostra diversos produtos civis e militares fabricados pela empresa. Nos segundos finais, o novo bombardeiro chinês aparece em uma cena muito similar ao comercial do B-21.

Ambos os comerciais mostram suas aeronaves cobertas com uma lona branca em um hangar escuro. Um refletor ilumina os aviões de modo parecido e até mesmo as luzes nas paredes do hangar são similares. Além disso, a disposição dos aviões é quase a mesma.

Os anúncios são tão parecidos que sugerem estar implícito na versão chinesa um desafio direto ao Exército dos EUA. Além das semelhanças, a aeronave chinesa tem a inscrição "The next" (O próximo, em português).

Apesar de estar coberta, a aeronave no comercial da AVIC exibe a silhueta de um bombardeiro, sugerindo que a China poderia anunciar o lançamento de uma nova aeronave desse tipo em breve.




Vídeo da Northrop Grumman


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas