Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa do Brasil tem maior gasto com pessoal na década, e investimento militar cai

Despesas com ativos e inativos crescem R$ 7,1 bi em 2019, reflexo de aumento salarial
Por Igor Gielow e Gustavo Patu | Folha de S.Paulo

A previsão de gasto militar para o primeiro ano de governo do capitão reformado do Exército Jair Bolsonaro (PSL) traz o maior aumento de despesa com pessoal em dez anos e uma redução expressiva do investimento em programas de reequipamento das Forças Armadas.
Não fosse uma criatividade contábil dos militares, que conseguiram recursos com a capitalização de uma estatal para comprar novos navios, a despesa de investimento seria a menor desde 2009.

A Folha analisou a série histórica com a ferramenta de acompanhamento orçamentário Siga Brasil, do Senado. Para este ano, o Ministério da Defesa, ainda na gestão Michel Temer (MDB), planejou gastar R$ 104,2 bilhões, o quarto maior volume da Esplanada.

Desse montante, R$ 81,1 bilhões irão para pessoal, R$ 13,3 bilhões, para gastos correntes (custeio) e R$ 9,8 bilhões, para investimentos. Os valores não incluem o con…

Exército sírio encontra tanques e armamentos escondidos por radicais no norte de Damasco

O exército sírio relatou ter descoberto armazéns com tanques e veículos pesados escondidos, bem como munições e armamentos a durante a operação militar na região de Qalamoun oriental, comunicou a agência de notícias local SANA.


Sputnik

De acordo com a SANA, os armamentos apreendidos, incluindo tanques, mísseis, canhões de morteiros, rifles, metralhadoras, projéteis, RPGs (lança-granadas propulsado por foguetes), lança-foguetes de fabricação local e detonadores remotos, escondidos por combatentes dos grupos terroristas Jaysh al-Islam e Frente al-Nusra (proibida na Rússia e em vários outros países) foram descobertos em armazéns secretos nas montanhas de Batra e al- Rhaiba.

Soldado sírio passa ao longo dos armamentos que pertenciam aos rebeldes de Qalamoun oriental (foto de arquivo)
Militar sírio entre o armamento apreendido de terroristas © REUTERS / Omar Sanadiki

Anteriormente, ainda neste mês, as tropas governamentais sírias haviam encontrado um grande armazém de armamento, incluindo RPGs, morteiros, artefatos explosivos e armas automáticas nos subúrbios de Damasco e Jobar. Os armamentos teriam pertencido ao grupo terrorista Faylaq al-Rahman, que estava presente na área de Ghouta Oriental antes da chegada do exército sírio.

Nos mês passado, o exército governamental da Síria restabeleceu o controle da área de Qalamoun oriental depois de os militantes e suas famílias terem sido retirados do local.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas