Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Reino Unido reforçará sua presença militar no Ártico para se opor à Rússia, diz mídia

O ministro da Defesa britânico, Gavin Williamson, disse que o Reino Unido pretende reforçar a presença militar no Ártico para “proteger” o flanco norte da OTAN das ações da Rússia, segundo o diário The Telegraph.
Sputnik

Segundo o jornal, mais de 1.000 fuzileiros navais da Marinha britânica farão treinamentos anuais com colegas noruegueses no âmbito de um programa previsto para dez anos, formando no futuro próximo um novo destacamento, assinalou Williamson durante uma visita à base militar em Bardufoss, na Noruega.


O ministro britânico mencionou também que o Reino Unido enviará no próximo ano para a região do Ártico um avião de patrulha marítima Poseidon P8 para vigiar a atividade crescente dos submarinos russos.

"Queremos melhorar nossas capacidades em condições de temperaturas abaixo de zero, aprendendo com antigos aliados, tais como a Noruega, ou monitorando as ameaças submarinas com nossos aviões Poseidon. Nos manteremos atentos a novos desafios", afirmou Williamson.

O minist…

Índia testa com sucesso míssil de cruzeiro supersônico BrahMos

A Índia testou recentemente com sucesso o míssil de cruzeiro supersônico BrahMos lançado a partir do solo, informou a Organização de Pesquisa e Desenvolvimento de Defesa (DRDO), subordinada ao Ministério da Defesa do país.


Sputnik

O lançamento ocorreu a partir de uma plataforma inclinada e que estavam presentes especialistas da DRDO e da empresa indo-russa BrahMos Aerospace.

Mísseis supersônicos BrahMos
© AP Photo / Ajit Kumar

"O lançamento foi realizado com sucesso em 21 de maio de 2018 a partir do polígono de Balasore, localizado no estado indiano de Orissa, e faz parte do Programa de prolongamento do prazo de serviço dos mísseis", diz o comunicado.

"A ministra da Defesa da Índia, Nirmala Sitaraman, felicitou a equipe da DRDO e da BrahMos Aerospace explicando que o programa em questão reduzirá os custos envolvidos na substituição dos mísseis usados pelas Forças Armadas da Índia", informa o documento.

O BrahMos é um míssil de cruzeiro de dois estágios, com o primeiro a combustível sólido que obtém um impulso até velocidades supersônicas, após o qual ele é desacoplado.

O míssil tem um alcance de até 290 quilômetros e mantém a velocidade supersônica durante todo o voo.

O míssil é capaz de atingir a altitude máxima de 15 quilômetros, enquanto a mínima é de 10 metros. Pode transportar uma ogiva não nuclear de 200 a 300 quilogramas e tem a mesma configuração para lançadores terrestres, navais e submarinos.

O míssil BrahMos é um produto da empresa indo-russa BrahMos Aerospace, criada em 1998 e denominada em homenagem aos rios Brahmaputra e Moskva.

A Rússia e a Índia desenvolvem uma ampla cooperação militar, mais de 70% do armamento do Exército, Força Aérea e Marinha da Índia são de fabricação soviética e russa.

A cada ano, a Rússia fornece à Índia armas e material bélico no valor de bilhões de dólares.

Comentários

Postagens mais visitadas