Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Reino Unido reforçará sua presença militar no Ártico para se opor à Rússia, diz mídia

O ministro da Defesa britânico, Gavin Williamson, disse que o Reino Unido pretende reforçar a presença militar no Ártico para “proteger” o flanco norte da OTAN das ações da Rússia, segundo o diário The Telegraph.
Sputnik

Segundo o jornal, mais de 1.000 fuzileiros navais da Marinha britânica farão treinamentos anuais com colegas noruegueses no âmbito de um programa previsto para dez anos, formando no futuro próximo um novo destacamento, assinalou Williamson durante uma visita à base militar em Bardufoss, na Noruega.


O ministro britânico mencionou também que o Reino Unido enviará no próximo ano para a região do Ártico um avião de patrulha marítima Poseidon P8 para vigiar a atividade crescente dos submarinos russos.

"Queremos melhorar nossas capacidades em condições de temperaturas abaixo de zero, aprendendo com antigos aliados, tais como a Noruega, ou monitorando as ameaças submarinas com nossos aviões Poseidon. Nos manteremos atentos a novos desafios", afirmou Williamson.

O minist…

Motociclista é morto a tiros por soldado do Exército brasileiro em blitz no Rio

Homem tentou furar posto de bloqueio e controle do Exército próximo à Transolímpica e foi atingido por disparo, segundo o Comando Militar do Leste. Ônibus foi incendiado após morte.


Por G1

Um motociclista foi morto em uma blitz do Exército, na noite deste sábado (12), no Rio de Janeiro. O tiro foi disparado por um soldado na Rua Salustiano Silva, na Zona Norte da cidade.

Resultado de imagem para Motociclista é morto a tiros por soldado do Exército em blitz no Rio
Soldados do Exército fazem blitz no Rio | Márcio Alves / Agência O Globo

O Comando Militar do Leste afirma que o motociclista tentou furar um posto de bloqueio e controle do Exército por volta das 20h30, na área da Vila Militar próximo à Transolímpica, e foi atingido por um disparo de arma de fogo proferido por um dos soldados que operavam o posto.

"Todas as providências legais cabíveis estão sendo tomadas nesse momento", afirmou o Comando Militar do Leste, em nota. "As circunstâncias estão sendo apuradas."

O Corpo de Bombeiros identificou a vítima como Diego Augusto Ferreira, de 25 anos. Após a morte, um ônibus da linha 793 (Pavuna-Sulacap) foi incendiado na Rua Almeida e Souza, em Magalhães Bastos, a poucos metros do local da blitz. Segundo funcionários da emrpesa de ônibus, não houve feridos no incêndio.

A Delegacia de Homicídios do Rio de Janeiro informou que não foi acionada para fazer a perícia no local. O 14º Batalhão da Polícia Militar (Bangu) disse que também não foi acionado para responder à ocorrência.

Comentários

Postagens mais visitadas