Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA podem dobrar contingente militar na América do Sul, diz chefe da inteligência russa

Os EUA podem aumentar seu contingente militar na América Central e do Sul de 20 mil para 40 mil homens, disse o vice-almirante Igor Kostyukov, chefe do Departamento Central de Inteligência (GRU, sigla em russo), do Estado-Maior das Forças Armadas da Rússia.
Sputnik

"Embora na América Latina não haja ameaça militar direta para a segurança dos EUA, Washington tem uma presença militar significativa [na região]. O Comando Conjunto das Forças Armadas dos EUA implantou na América Central e do Sul um contingente de 20 mil militares. No período de ameaças este pode aumentar para 40 mil militares", explicou Kostyukov.


De acordo com ele, os EUA podem provocar uma "revolução colorida" na Nicarágua e Cuba.

"As tecnologias de 'revolução colorida' testadas na Venezuela podem vir a ser usadas em breve na Nicarágua e em Cuba", disse ele.

Segundo Kostyukov, os EUA estão tentando estabelecer o controle total sobre a América Latina.

"A Administração dos EUA considera…

Turquia expulsa embaixador de Israel em protesto por mortes em Gaza

Israel reagiu expulsando o cônsul-geral da Turquia em Jerusalém.


Por G1

A Turquia solicitou nesta terça-feira (15) ao embaixador de Israel em Ancara que deixe o país temporariamente em protesto pela morte de dezenas de palestinos por soldados de Israel nesta segunda-feira na Faixa de Gaza, indicou uma autoridade turca.

Eitan Naeh, embaixador de Israel em Ancara, em imagem de arquivo (Foto: Adem Altan/AFP)
Eitan Naeh, embaixador de Israel em Ancara, em imagem de arquivo (Foto: Adem Altan/AFP)

O embaixador, Eitan Naeh, foi convocado pelo ministério das Relações Exteriores para uma reunião em que foi solicitado que "regresse a seu país durante um tempo".

Israel reagiu expulsando o cônsul-geral da Turquia em Jerusalém.

Na segunda-feira (15) Ancara já havia chamado os embaixadores do país em Washington e Tel Aviv para consultas em protesto pela morte de dezenas palestinos durante as manifestações contra a mudança da embaixada dos EUA em Israel para Jerusalém.

Reunião de países muçulmanos

O porta-voz do governo da Turquia, Bekir Bozdag, anunciou a convocação de uma reunião de emergência da Organização da Conferência Islâmica (OCI), que reúne cerca de 50 países muçulmanos. A Turquia preside a OCI neste ano.

"O Estado terrorista de Israel e os Estados Unidos, que protegem este Estado terrorista, e todos os que os apoiam serão obrigados a deixar Jerusalém", afirmou Bozdag ao fazer o anúncio.

A Turquia também pedirá uma sessão da Assembleia Geral da ONU para discutir a mudança da embaixada americana para Jerusalém. "Mais uma vez, os EUA estão ficando sozinhos e perderam sua qualidade de mediador para buscar a paz na região", concluiu Bozdag.

Bozgad classificou de "massacre" a morte de dezenas de manifestantes palestinos em Gaza. O porta-voz afirmou que os EUA têm a mesma responsabilidade que Israel pela violência.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas