Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA e Rússia revivem a Guerra Fria no Oriente Médio com duas cúpulas

Reuniões paralelas, na Polônia e na Rússia, representaram a revitalização do rompimento entre as potências sobre o Irã, a guerra na Síria e o conflito entre Israel e a Palestina
Juan Carlos Sanz e María R. Sahuquillo | El País
Sochi / Jerusalém - Em 1991, a Conferência de Madri estabeleceu um modelo para o diálogo multilateral no Oriente Médio após o fim da Guerra Fria, que havia colocado Washington contra Moscou na disputa pela hegemonia em uma região estratégica. Transcorridos mais de 27 anos, dois conclaves paralelos representaram nesta quinta-feira em Varsóvia (Polônia) e Sochi (Rússia) a revitalização do rompimento entre as potências sobre o Irã, a guerra na Síria e o conflito israelo-palestino. Os Estados Unidos e a Rússia, copresidentes em Madri em 1991, já não atuam mais como mediadores para aliviar as tensões e, mais uma vez, assumem um lado entre as partes conflitantes.

No fórum da capital polonesa, a diplomacia dos EUA chegou a um impasse ao reunir mais de 60 países em uma reu…

Assembleia Geral da ONU pede a retirada das tropas russas da Transnístria

A Assembléia Geral da ONU pediu nesta sexta-feira (22) a retiradas das tropas da Rússia da região separatista da Transnístria com base no projeto de resolução correspondente proposto pela Moldávia.


Sputnik

A resolução foi apoiada por 64 estados com 14 países votando contra. Outros 83 países se abstiveram.

71.ª Assembleia Geral das Nações Unidas
71ª Assembleia Geral da ONU | Beto Barata/ PR

O documentar expressa "profunda preocupação com a continuação do posicionamento do Grupo Operacional das Forças Russas e seus armamentos no território da República da Moldávia sem o consentimento daquele Estado membro das Nações Unidas".

O projeto de resolução "insta a Federação Russa a concluir, incondicionalmente e sem mais demora, a retirada ordenada do Grupo Operacional das Forças Armadas russas e seus armamentos do território da República da Moldávia".

Também foi decidido incluir na agenda provisória da 73ª sessão da Assembleia Geral da ONU a questão da "retirada completa das forças militares estrangeiras do território da República da Moldávia".

O vice-representante permanente da Rússia na ONU, Dmitry Polyansky, afirmou que a resolução adotada pela Assembleia Geral não contribuirá para o progresso nas negociações com a Moldávia.

A desintegração da União Soviética e o medo de uma fusão da Moldávia com a Romênia, incentivaram vários distritos a proclamar a criação da chamada República Moldava da Transnístria no princípio dos anos 90. 60% da população da região, com cerca de 475.000 habitantes, são de origem russa e ucraniana.

Atualmente, a Transnístria representa um território fora do controle de Chisinau, com todos os atributos de Estado, incluindo uma moeda própria.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas