Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA: sanções contra Venezuela servem como 'alerta para atores externos, incluindo Rússia'

Na última terça-feira (17), o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, culpou a Rússia e a Venezuela pela crise de refugiados observada no país latino-americano.
Sputnik

O conselheiro de Segurança Nacional dos EUA, John Bolton, anunciou nesta quarta-feira (17) que os EUA estão impondo uma nova rodada de sanções contra a Venezuela, acrescentando o banco central do país à lista de restrições. 

Segundo o conselheiro de Segurança Nacional, as sanções recém-aplicadas deveriam se tornar um alerta para "todos os atores externos, inclusive a Rússia".

Desde o início da crise política na Venezuela no início deste ano, os EUA impuseram várias rodadas de sanções, visando os setores petrolífero e bancário do país, bem como indivíduos ligados às autoridades do país.

A Venezuela está sofrendo grave crise política desde janeiro. Junto com outros países ocidentais, os EUA apoiam Juan Guaidó, que se proclamou presidente interino da Venezuela. Ao mesmo tempo, Rússia, China e Turquia, entre outros…

Força Aérea alemã reconhece sua incapacidade de combater

Aproximadamente dois terços dos aviões de guerra da Força Aérea alemã não podem participar de combates.


Sputnik

A frota de aviões de combate alemã se encontra em péssimas condições, conforme anunciou o chefe do Estado-Maior da Força Aérea alemã, tenente-general Ingo Gerhartz, citado pela agência Reuters.

Eurofighter Typhoon S da Força Aérea da Alemanha
CC BY 2.0 / Eurofighter Typhoon S Germany Air Force / https://www.flickr.com/people/14035760@N03

O alto responsável militar, que assumiu o cargo há um mês, confessou essa realidade falando em Berlim perante 200 executivos da indústria da aviação, oficiais e legisladores.

Segundo explicou Gerhartz, a inspeção do estado dos caças polivalentes Eurofighter Typhoon levou 14 meses em vez do planejado meio ano. Tal situação, destacou, é considerada inaceitável.

Além disso, ele ressaltou que as aeronaves estão paradas em suas bases porque não há peças de reposição suficientes ou muitas destas peças já não se fabricam.

Vale destacar que, em fevereiro deste ano, o Ministério da Defesa da Alemanha publicou um relatório no qual detalhou que, durante 2017, apenas 39 dos 128 Eurofighter Typhoon e 26 dos 93 caças antigos Panavia Tornado estavam preparados para treinamentos ou realizar missões de combate.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas