Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA podem dobrar contingente militar na América do Sul, diz chefe da inteligência russa

Os EUA podem aumentar seu contingente militar na América Central e do Sul de 20 mil para 40 mil homens, disse o vice-almirante Igor Kostyukov, chefe do Departamento Central de Inteligência (GRU, sigla em russo), do Estado-Maior das Forças Armadas da Rússia.
Sputnik

"Embora na América Latina não haja ameaça militar direta para a segurança dos EUA, Washington tem uma presença militar significativa [na região]. O Comando Conjunto das Forças Armadas dos EUA implantou na América Central e do Sul um contingente de 20 mil militares. No período de ameaças este pode aumentar para 40 mil militares", explicou Kostyukov.


De acordo com ele, os EUA podem provocar uma "revolução colorida" na Nicarágua e Cuba.

"As tecnologias de 'revolução colorida' testadas na Venezuela podem vir a ser usadas em breve na Nicarágua e em Cuba", disse ele.

Segundo Kostyukov, os EUA estão tentando estabelecer o controle total sobre a América Latina.

"A Administração dos EUA considera…

Marinha da Rússia envia 2 corvetas equipadas com mísseis Kalibr à Síria

As corvetas da Marinha russa Grad Sviyazhsk e Veliky Ustyug, equipadas com mísseis de cruzeiro, entraram no mar Mediterrâneo dirigindo-se para a Síria.


Sputnik

Segundo informa o Departamento de Informação da Frota do Mar Negro, as corvetas russas, equipadas com mísseis de cruzeiro Kalibr, deixaram o mar Negro, atravessaram os estreitos do Bósforo e Dardanelos, entraram no mar Mediterrâneo e digiram-se para a costa da Síria.

Corveta da Marinha russa Grad Sviyazhsk do projeto Buyan-M
Corveta da Marinha russa Grad Sviyazhsk © Foto : Serviço de imprensa do Distrito Militar Sul da Rússia

De acordo com a Marinha russa, os navios passaram a integrar a unidade da Marinha que opera nesta zona marítima e já começaram a cumprir a sua missão.

A passagem dos navios foi registrada pelos serviços de monitoramento turcos. Em particular, a embarcação de vigilância turca Yoruk Isik postou imagens dos navios de guerra russos no domingo (17).

​Anteriormente, a Marinha dos EUA havia informado que o grupo aeronaval liderado pelo porta-aviões Harry S. Truman entrou na zona oriental do mar Mediterrâneo para participar de operações contra o grupo terrorista Daesh (proibido na Rússia) na Síria e no Iraque.

Enquanto isso, o senador russo Vladimir Shamanov afirmou que não se pode descartar que os EUA não estejam se preparando para um novo ataque contra a Síria, ao reforçarem o seu potencial de combate no mar Mediterrâneo.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas