Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA podem dobrar contingente militar na América do Sul, diz chefe da inteligência russa

Os EUA podem aumentar seu contingente militar na América Central e do Sul de 20 mil para 40 mil homens, disse o vice-almirante Igor Kostyukov, chefe do Departamento Central de Inteligência (GRU, sigla em russo), do Estado-Maior das Forças Armadas da Rússia.
Sputnik

"Embora na América Latina não haja ameaça militar direta para a segurança dos EUA, Washington tem uma presença militar significativa [na região]. O Comando Conjunto das Forças Armadas dos EUA implantou na América Central e do Sul um contingente de 20 mil militares. No período de ameaças este pode aumentar para 40 mil militares", explicou Kostyukov.


De acordo com ele, os EUA podem provocar uma "revolução colorida" na Nicarágua e Cuba.

"As tecnologias de 'revolução colorida' testadas na Venezuela podem vir a ser usadas em breve na Nicarágua e em Cuba", disse ele.

Segundo Kostyukov, os EUA estão tentando estabelecer o controle total sobre a América Latina.

"A Administração dos EUA considera…

Milícia de Lugansk: Exército da Ucrânia concentra material pesado em Donbass

Os militares ucranianos estão deslocando armas pesadas para perto de Donbass, declarou o porta-voz da milícia independentista da República Popular de Lugansk (LNR), Andrei Marochko.


Sputnik

"O comando militar ucraniano continua violando as condições de posicionamento de material militar ao longo da linha de contato previstas pelos Acordos de Minsk. Além disso, ele aumenta seu potencial militar e reservas de subunidades na zona de Operação das Forças Conjuntas", afirmou.

Obuse autopropulsado 2S3 Akatsia de 152 mm
Obus autopropulsado 2S3 Akatsia de 152 mm © Sputnik / Igor Zarembo

"Conforme a informação disponível, à zona controlada pela 14ª brigada mecanizada na povoação de Orekhovo chegaram seis unidades de obuses autopropulsados 2S1 Gvozdika", declarou Marochko.

Segundo informa a milícia da autoproclamada República Popular de Lugansk, um trem ucraniano carregado com material bélico, que inclui dez obuses autopropulsados 2S3 Akatsia de 152 mm, chegou à estação ferroviária de Rubezhnoe.

"Queria apelar aos observadores da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE), peço que concentrem a atenção no posicionamento por parte dos militares ucranianos de armamentos proibidos na zona de segurança, o que pode resultar em mais uma violação dos Acordos de Minsk e em uma ameaça direta à população da nossa República", destacou.

Em abril de 2014, a Ucrânia iniciou uma operação militar nas províncias orientais de Donetsk e Lugansk, onde foram proclamadas repúblicas populares em resposta ao violento golpe de Estado que ocorreu em Kiev em fevereiro do mesmo ano. Segundo estimativas da ONU, desde o início da crise as hostilidades resultaram em mais de 10 mil mortos.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas